Adversário volta a jogar neste domingo em Arapiraca

O ASA, adversário do Vitória quarta-feira, dia 4 de março, pela Copa do Brasil, em Maceió, tentará neste domingo, em casa, vencer o Ipanema por dois gols de diferença e garantir classificação para a final do 1º turno do Campeonato Alagoano. No jogo de ida das semifinais, o Ipanema venceu por 3 x 1, quinta-feira.
Era do ASA a vantagem de jogar por dois resultados iguais. Agora, o Ipanema poderá perder por diferença de um gol a partida deste domingo, às 16 horas, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, na cidade de Arapiraca.

Torcida - A diretoria do ASA vai disponibilizar ônibus para os torcedores que quiserem assistir ao jogo contra o Vitória. O vice-presidente de Marketing, Sergio Lúcio, está tentando junto ao governo do Estado e empresários da capital, patrocínio para o aluguel de vários ônibus. “Essa é uma forma de mostrar a força do nosso ASA. A torcida é apaixonada e com certeza irá lotar o Trapichão”, disse Lúcio.

Mauro Fernandes participa de entrevista neste domingo

O treinador rubro-negro foi convidado pelo coordenador de esportes da TVE (Canal 2), Yance Cerqueira, e participará neste domingo, à noite, do programa “Cartão Verde”, partir das 20 horas.

Junto com Mauro Fernandes outros convidados estarão ao vivo para falar sobre a 12ª rodada do Campeonato Baiano.

Venda iniciada nos postos e nas bilheterias do Barradão

omeçou nesta sexta-feira a venda de entradas para Vitória x Itabuna, domingo, às 17 horas, no Barradão. Os ingressos foram colocados nos postos das lojas da MCS-Tim, nas bilheterias do Barradão e em uma loja de eletrônica no bairro de Cajazeiras.

Os ingressos de meia-entrada para arquibancada somente serão disponibilizados no dia do jogo e duas horas antes.

POSTOS DE VENDA

Bilheterias do Barradão
Avenida Arthêmio Valente, 1, Praça Nossa Senhora da Vitória - Canabrava
A partir das 9 horas


Lojas da MCS-Tim
Shoppings Iguatemi, Salvador, Barra e Center Lapa

Loja do Leão
Shopping Capemi (ao lado do Iguatemi)
Tel: 3358-5411

Eletrônica São Lázaro
Cajazeiras X – Largo da Feirinha
Tel: 3302-1015

PREÇOS

Inteira Meia
Arquibancada R$15,00 R$7,50
Cadeira R$60,00 R$30,00

ATENÇÃO - MEIA-ENTRADA SOMENTE DUAS HORAS ANTES DO JOGO NAS BILHETERIAS DO BARRADÃO

Zagueiro Anderson Martins pode deixar o Vitória e pintar no Santos

O zagueiro Anderson Martins pode ser o próximo atleta a deixar o Vitória. O Grupo Sonda negocia a contratação do atleta, que seria repassado ao Santos. O jogador é uma indicação do técnico Vagner Mancini, ex-Vitória.

No entanto, caso Anderson aceite uma possível proposta do Grupo Sonda, a contratação seria apenas para o Campeonato Brasileiro, já que as inscrições para o Paulista acabam nesta sexta-feira e o Santos não tem interesse em contratar o jogador apenas para a Copa do Brasil.

O clube paulista já teria definido com o Grupo Sonda os termos da parceria nesta transferência, com a divisão dos direitos econômicos em caso de negociação para a Europa, e partiu para negociar com o empresário de Anderson Martins os termos de um futuro contrato.

Anderson Martins tem contrato com o Vitória até dezembro de 2011.

Goleiro Viáfara vetado para jogo de volta contra Itabuna

Além dos três jogadores suspensos, o Vitória perdeu o goleiro Viáfara, vetado pelo Departamento Médico, para o jogo contra o Itabuna, neste domingo, às 17 horas, no Barradão.

Desta forma, o treinador Mauro Fernandes realizará quatro mudanças na equipe em relação á formação do jogo em Itabuna: saem o goleiro Viáfara, o zagueiro Thiago Gomes, o lateral-esquerdo Luciano Almeida e o meia Gláucio.

Mauro convocou o júnior Thiago Régis para a reserva de Gleguer, que será o goleiro, o zagueiro Victor Ramos e os meias Rafael, que também atua como lateral-direito, e Kleiton Domingues.

Os relacionados para a concentração a ser iniciada neste sábado, às 9 horas, na chácara Vidigal Guimarães, são:

Goleiros
Gleguer e Thiago Régis
Laterais
Bosco e Apodi
Zagueiros
Victor Ramos, Wallace e Anderson Martins
Volantes
Ramirez, Vanderson e Bida
Meias
Kleiton Domingues, Rafael, Jackson e Rafael Bastos
Atacantes
Washington, André Luís, Nadson e Neto.

Treinamento – Nesta sexta-feira, à tarde, os jogadores que atuaram 90 minutos contra o Itabuna, na véspera, participaram de uma sessão de musculação e depois deram cinco voltas no campo. Somente Viáfara ficou de fora em tratamento de uma dor que sente na parte posterior da coxa.

Os demais participaram de um coletivo contra os juniores e o time profissional venceu por 3 a 0, gols de Washington (2) e Rafael Bastos.

Neste sábado, pela manhã, os jogadores realizam um treino recreativo no campo nº 1 do Centro de Treinamento Manoel Pontes Tanajura.

Neto Baiano fica isolado na artilharia do Campeonato ao marcar seu oitavo gol no jogo contra o Itabuna

A torcida itabunense, graças ao programa Sua Nota é um Show do Governo do Estado, encheu as dependências do Estádio Luiz Vianna Filho, na esperança de ver Neto Berola furar as redes do colombiano Viáfara. E se decepcionou: o Neto que brilhou foi o outro, o goleador rubro-negro.

Servido pelo “garçom” Rafael Bastos, Neto Baiano, que já havia desperdiçado uma chance, quase entrou com bola e tudo no gol de Badio, marcando o terceiro do Vitória e o oitavo dele na competição.

No duelo dos xarás, o atacante rubro-negro isolou-se na artilharia da competição e fez a alegria do avô, Sr. Euvaldo. “Quando marco gol, ele liga parabenizando; quando não marco, também telefona para cobrar”, disse.

Feliz com a condição de artilheiro isolado do Baianão, Neto Baiano lamentou a atitude covarde do zagueiro Leandro Souza (nº 3) que lhe acertou um soco no rosto fora do lance. “Fiquei com raiva no momento e pensei em revidar. Evitei para não prejudicar o time”, comenta.

O árbitro Gleidson Santos Oliveira e o assistente Jorge César Santana Borges também não presenciaram a covardia de Leandro e o zagueiro não foi expulso.

A lamentar, também, a atitude de um funcionário itabunense ao final do jogo ameaçando os atletas rubro-negros. O pequeno tumulto foi logo controlado pelo eficiente policiamento da Polícia Militar.

Time perde jogadores para enfrentar o Itabuna domingo

Coincidentemente, os três jogadores rubro-negros “pendurados” receberam a terceira advertência com cartão amarelo e estão fora da partida de volta contra o Itabuna, domingo, às 17 horas, no Barradão.

O meia Gláucio e o zagueiro Thiago Gomes em disputa de lances aplicaram o carrinho para tirar a bola e foram advertidos pelo árbitro Gleidson Santos Oliveira. O lateral-esquerdo Luciano Almeida recebeu o cartão amarelo porque ameaçou cobrar uma falta.

A reapresentação dos jogadores será às 16h30 desta sexta-feira. Os que não viajaram para Itabuna se apresentarão meia hora antes.

O treinador Mauro Fernandes somente nesta sexta-feira definirá os substitutos para os três suspensos. Wallace e Bosco estão certos para os lugares de Thiago Gomes e Luciano Almeida. Para a vaga de Gláucio, Mauro vai analisar qual a melhor opção.

Na retorno de Mauro Fernandes ao comando do clube, Vitória goleia o Itabuna por 4 x 0

Ele tirou o clube da terceira divisão e saiu no meio do campeonato baiano de 2007. Dois anos depois Mauro Fernandes voltou ao comando do rubro-negro na noite desta quinta-feira e estreou com o pé direito.

Equilibrado em campo e partindo em velocidade para o ataque, o Vitória aplicou quatro gols no Itabuna com direito a golaço de Nadson e com Neto Baiano disparado na artilharia do campeonato com 8 gols.

O rubro-negro mandou no primeiro tempo. Tomou conta do meio-campo e comandou as ações logo no inicio do jogo. Com menos de dois minutos de partida o Vitória já havia chegado com perigo ao gol do Itabuna em chute de longe de Jackson.

Pouco tempo depois o Vitória deu inicio a um bombardeio em cima do goleiro Badio. Primeiro com Apodi que chutou a esquerda do gol. Depois com Bida, que tabelou com Nadson e mandou uma bomba para Badio novamente fazer a defesa. E finalmente com Nadson que cabeceou fraco um cruzamento da esquerda de Luciano Almeida.

A pressão logo surtiu efeito. Jackson tabelou com Neto Baiano e na sobra de bola o lateral-direito Apodi bateu colocado no ângulo esquerdo do goleiro Badio. Era o primeiro gol do Vitória na noite.

Mal o rubro-negro fez o primeiro gol, Nadson ampliou. Bida lançou Apodi na direita. Ele cruzou na medida para Nadson testar firme para o fundo das redes. Segundo do Vitória e o quarto gol de Nadson no campeonato.

A chegada mais perigosa do Itabuna em todo primeiro tempo foi com o meia Wenkley que bateu de fora da área e Viáfara pegou com facilidade.

Na volta para o segundo tempo, o Vitória diminuiu um pouco o ritmo, valorizando a vantagem de dois gols. O Itabuna, precisando reverter o resultado partiu para cima, porém, desorganizado e parado na marcação rubro-negra, não conseguia ameaçar com perigo o gol do arqueiro Viáfara.

E faltou pouco para o rubro-negro marcar o terceiro gol com Nadson. Apodi avançou pela direita, cruzou e o zagueiro do Itabuna cortou mal. Neto, de calcanhar, passou para Nadson que acabou acertando o travessão do goleiro adversário.

Neto Baiano tinha 7 gols no campeonato. O mesmo número do também atacante Neto Berola do Itabuna. No duelo paralelo destes dois artilheiros, melhor para o rubro-negro.

Após jogada de Rafael Bastos pela direita, Neto Baiano somente teve o trabalho de empurrar a bola para as redes, marcando o 8 gol dele no campeonato e se isolando na artilharia do campeonato baiano de 2009.

O último gol rubro-negro da noite foi uma pintura. O meia Lei recuou mal uma bola que foi interceptada por Jackson. Ele lançou Nadson que invadiu a área, cortou um zagueiro, deixou outro marcador no chão e mandou no canto esquerdo do goleiro Badio. Ele que não havia marcado em oito rodadas, nos últimos três jogos já balançou as redes cinco vezes.

ITABUNA 0 X 4 VITORIA
Data: 26/02/09
Estádio: Luiz Vianna Filho
Cidade: Itabuna (BA)
Horário: 20h40
Renda:
Público:
Gols: Apodi aos 19 min e Nadson aos 24 min do primeiro tempo e Neto Baiano aos 31 min e Nadson aos 35 min do segundo tempo
Árbitro: Gleidson Santos Oliveira
Assistentes: Kleber Moradillo da Silva e Jorge César Santana Borges
Cartão amarelo: Gláucio, Thiago Gomes e Luciano Almeida (Vitória) Léo (Itabuna)
Expulsão:
Badio; Alfredo (Léo), Cleverton (Amauri), Leandro Souza e Wescley; Wallace, Nenenzinho (Nino Baiano), Lei e Wenkley; Nem e Neto Berola
Viáfara, Apodi, Thiago Gomes, Anderson Martins e Luciano Almeida; Vanderson, Bida (Ramirez), Jackson e Gláucio (Rafael Bastos); Nadson (André Luiz) e Neto Baiano

Técnico: Alberto Leguelé
Técnico: Mauro Fernandes

Elenco do Vitória

Goleiros

Viafara
Thiago
Gléguer

Zagueiros

Wallace
Nelson Saavedra
Victor Ramos
Thiago Gomes
Anderson Martins

Laterais

Luciano Almeida
Roque
Bosco
Apodi

Meias

Javier Reina
Rafael Bastos
Cristian
Willian
Gláucio
Kleiton Domingues
Elkeson
Rafael
Jackson
Bida

Volantes

Vanderson
Uelliton
Ramirez

Atacantes

André Luis
Nadson
Neto Baiano

Seleção do campeonato com quatro rubro-negros

O Vitória está com quatro jogadores na seleção do “Futebol Baiano: Troféu Arm,ando Oliveira”. São eles o lateral Bosco, o volante Vanderson, o meia Jackson e o atacante Neto.

A seleção, após a 10ª rodada, ficou assim escalada: Jean (Madre de Deus), Patrício (Bahia), Alison (Bahia), Nem (Bahia) e Bosco (Vitória); Vanderson (Vitória), Elton (Bahia), Jackson (Vitória) e Alessandro Azevedo (Vitória da Conquista); Neto Baiano (Vitória) e Neto Berola (Itabuna).

Vitória estréia técnico diante do Itabuna nesta quinta-feira em jogo com transmissão ao vivo pela Itapoan/Record

Sai Vagner Mancini, entra Mauro Fernandes. Depois de dois jogos comandado pelo assistente técnico Ricardo Silva – venceu o Madre de Deus, por 2 x 0, e goleou o Camaçari, por 7 x 0 – o Vitória volta a campo nesta quinta-feira pós-Carnaval, para enfrentar o Itabuna, às 20h40, no Estádio Luiz Vianna Filho, em Itabuna.

O jogo marcará a estréia de Mauro Fernandes no comando técnico do rubro-negro em substituição a Vagner Mancini. Mauro volta ao clube depois de levá-lo à segunda divisão em 2006 e ser dispensado em razão do fracasso na Copa do Brasil – foi eliminado pelo Baraúnas no ano de 2007.  Mauro Fernandes estreou no dia 17 de setembro, vencendo o River, por 3 x 2, no Barradão, pela Série C.

Treinado por Fernandes, o rubro-negro disputou dois jogos pela Copa do Brasil (empatou ambos por 1 x 1 com o Baraúnas e foi eliminado nos pênaltis por 5 x 3) e 10 pelo Campeonato Baiano (7 triunfos, dois empates com Bahia, por 1 x 1, e Colo Colo, 2 x 2, e uma derrota por 3 x 2 para o Atlético de Alagoinhas, no Barradão). No Campeonato Brasileiro, foram 18 jogos com 11 triunfos, dois empates e cinco derrotas.

No Campeonato de 2007, o Vitória sob comando de Mauro Fernandes enfrentou o Itabuna, no Luiz Vianna Filho, e venceu por 2 x 0.

Com números favoráveis, Mauro Fernandes estréia com planos de ganhar seu primeiro Campeonato Baiano – “Em 2007 deixei meio caminho andado”, costuma dizer – e colocar o Vitória na Copa Libertadores. “Para a Libertadores temos dois caminhos: o mais curto que é a Copa do Brasil, e depois o Brasileiro”, disse.

Sem surpresas – O time que Mauro Fernandes mandará a campo nesta quinta-feira, às 20h40 com transmissão ao vivo pela TV Itapoan/Record, não terá surpresas. Recuperados de contusões, Bida e Jackson, titulares com Mancini, voltam às suas posições.

A novidade é no banco de reservas: o volante Ramirez, sem chances na época de Mancini, foi relacionado. Ramirez teve participação importante na subida do Vitória em 2006 sob comando do novo treinador do Leão.

Depois do treinamento recreativo desta quarta-feira, à tarde, os jogadores permaneceram na concentração Vidigal Guimarães. A viagem para Ilhéus, em dois aviões fretados, será às 17h30, e do aeroporto os jogadores seguem de ônibus para o Estádio Luiz Vianna Filho.

No recreativo, o tradicional “rachão” foi vencido pelo time com colete verde-limão. Foram relacionados para a viagem os seguintes atletas:

Goleiros
Gleguer e Viáfara
Laterais
Bosco, Apodi e Luciano Almeida
Zagueiros
Wallace, Thiago Gomes e Anderson Martins
Volantes
Ramirez, Bida e Vanderson
Meias
Gláucio, Jackson e Rafael Bastos
Atacante
Washington, André Luís, Nadson e Neto

Adversário rubro-negro está nas semifinais do alagoano


O ASA de Arapiraca, adversário do Vitória na primeira fase da Copa do Brasil, a partir de quarta-feira, dia 4 de março, iniciará nesta quinta-feira a disputa pelo direito de decidir o título do primeiro turno do Campeonato Alagoano.

 

A equipe comandada pelo ex-zagueiro Vica enfrentará o Ipanema, às 15 horas, no Estádio Arnon de Melo, em Ipanema. No domingo, às 16 horas, está programado o jogo de volta no Estádio Coaracy da Mata, em Arapiraca.

  

Contra o Vitória, o ASA mandará seu jogo no Estádio Rei Pelé, em Maceió, porque o clube alagoano perdeu o mando de campo em decisão do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva).

Regulamento da Copa do Brasil 2009

São 64 times de todos os 26 estados mais o Distrito Federal com partidas do SISTEMA com de ida e volta (ver regra da exceção), no mata-mata. A distribuição das 64 vagas é determinada por dois critérios:

1º critério - 54 times distribuídos:
a) Estados com três vagas – os posicionados de 1 a 5 no RNC;
b) Estados com duas vagas – os posicionados de 6 a 22 no RNC;
c) Estados com uma vaga – os posicionados de 23 a 27 RNC.

O RNC é Ranking Nacional dos Clubes, divulgado anualmente pela CBF. Soma-se a pontuação dos times de cada estado e coloca em ordem de maior pontuação.

2º critério - O clube estar situado entre os 10 primeiros clubes do RNC, uma
vez excluídos os classificados para a Copa Libertadores de 2009 e os oriundos dos
certames estaduais, conforme o critério 1.

A Copa será disputada em seis fases:
Na 1ª fase, os 64 clubes serão distribuídos em 32 grupos, compostos de dois clubes cada.

Na 2ª fase, os 32 clubes classificados na primeira fase participarão da segunda fase, em grupos de dois.

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE (exceção para apenas jogos de ida): nas primeira e segunda fases, caso o clube visitante vença a primeira partida por dois gols ou mais de diferença, estará automaticamente classificado, sem a necessidade da realização da partida de volta.

Na 3ª fase, os 16 clubes classificados na segunda fase participarão da terceira fase (Oitavas de Final), em grupos de dois. A partir daqui os jogos de ida e volta são obrigatórios.

Na 4ª fase, os 8 clubes classificados na terceira fase participarão da quarta fase (Quartas de Final), em grupos de dois.

Na 5ª fase, os 4 clubes classificados na quarta fase participarão da quinta fase (Semifinal), em grupos de dois.

Na 6ª fase (e última) os 2 times classificados disputarão as finais.

Os critérios de desempate para uma vitória de cada lado ou 2 jogos empatados, para cada fase, serão os seguintes: 1º) maior saldo de gols;
2º) maior número de gols pró consignados nas partidas em que o mando de campo for do clube adversário;
3º) cobrança de pênaltis, de acordo com os critérios adotados pela International Board.

Para as primeira e segunda fases, o mando de campo da partida de volta, em cada grupo, pertencerá ao clube melhor posicionado no RNC. Para as demais fases, os mandos de campo serão determinados através de sorteio, a ser realizado pela DCO [Diretoria de Competições da CBF], para cada fase, não sendo permitido acordo entre clubes para a não realização do sorteio.

Nos casos em que ocorrer apenas uma partida, com a decorrente eliminação do mandante, na forma do presente regulamento, a renda líquida será dividida entre os clubes na relação de 60% para o vencedor e 40% para o vencido.

Para as partidas das fases semifinal e final os estádios deverão ter capacidade mínima de 15.000 espectadores sentados e sistema de iluminação adequado para partidas noturnas.

Os preços dos ingressos serão definidos pelos clubes mandantes, observadas as disposições legais do estado e do município sobre meias entradas.

O clube campeão da Copa do Brasil de 2009 terá vaga assegurada na Copa Libertadores de 2010.

Novos contratos de atletas para utilização na Copa somente poderão ser registrados até o início da 4ª Fase da Copa (Quartas de Final).

Ramirez é convocado para a partida desta quinta em Itabuna

Os jogadores do Vitória não tiveram tempo para acompanhar da avenida o final do Carnaval. Pelo menos, 18 deles eu foram relacionados pelo técnico Mauro Fernandes e se apresentaram na chácara Vidigal Guimarães para a concentração nesta terça-feira, à noite.

 

Entre os convocados, uma novidade: o volante Ramirez, cuja participação foi importante na Série C sob o comando de Mauro. Ele não teve chances com o ex-técnico Vagner Mancini.

 

Os 18 jogadores relacionados pelo treinador depois do coletivo desta terça-feira, pela manhã, foram os seguintes:

 

Goleiros

Gleguer e Viáfara

Laterais

Bosco, Apodi e Luciano Almeida

Zagueiros

Wallace, Thiago Gomes e Anderson Martins

Volantes

Ramirez, Bida e Vanderson

Meias

Gláucio, Jackson e Rafael Bastos

Atacantes

Nadson, André Luís, Washington e Neto.

 

Treinamento – Os jogadores terão despertar livre até às 10 horas, limite para o café, e vão treinar às 15h30 desta Quarta-feira de Cinzas, no campo 1 do Centro de Treinamento Manoel Pontes Tanajura.

Neto Baiano quer superar Neto Berola no duelo desta quinta-feira à noite no Estádio Luiz Vianna Filho

Vitória x Itabuna, nesta quinta-feira pós-Carnaval, no Estádio Luiz Vianna Filho, em Itabuna, será marcado pelo duelo dos artilheirs. Com 7 gols cada, Neto Baiano, do rubro-negro, e Neto Berola, do time azulino, são os goleadores.

 

Neto Baiano começou o campeonato na reserva e depois se firmou titular sob comando de Vagner Mancini e foi mantido nos dois jogos que o assistente técnico Ricardo Silva dirigiu o time. Com Mauro Fernandes, o artilheiro permanece firme com a camisa 9.

 

Neto Baiano marcou seu primeiro gol no jogo de estréia. Coincidentemente naquele jogo (contra o Atlético) os três gols foram dos estreantes – Washington e André Luís completaram o placar.

 

Depois, ele marcou contra o Feirense (2 x 1) cobrando pênalti, Ipitanga (2 x 1),  Madre de Deus (2 x 0) e na goleada de 7 a 0 sobre o Camaçari assinalou mais três e alcançou Neto Berola que já tinha sete.

 

Euvaldo José de Aguiar Neto só lamenta o avô não ter condições de se deslocar de Ituaçu, também interior da Bahia, para assistir ao jogo no Luiz Vianna Filho. “Tenho relacionamento muito bom com meu avô. Nasci e fui criado na casa dele e quando não marco gol, ele me cobra”, disse Neto Baiano.

 

Neto Baiano marcou sete dos 27 gols do Vitória (melhor ataque da competição). Neto Berola marcou sete dos 15 do Itabuna.