Leandro Domingues justifica golaço: 'Nos treinamentos eu tenho chutado bastante'

Herói. Não há outra palavra para definir o papel de Leandro Domingues no triunfo do Vitória sobre o Grêmio, por 1 a 0, neste domingo, pela quarta rodada do Brasileirão. Aos 47 do segundo tempo, ele acertou o ângulo do goleiro Victor e deixou o gramado do Barradão ovacionado pela torcida e com a camisa rasgada.

- Na comemoração, alguns jogadores puxaram a minha camisa, mas vale a pena. Conseguimos uma grande vitória sobre o Grêmio - disse.

Sobre o chute perfeito, o meia disse que é fruto dos treinos.

- Nos treinamentos eu tenho chutado bastante. Hoje chutei pouco, mas consegui fazer o gol - afirmou.

Com o resultado, o Leão chegou a nove pontos e é o vice-líder do Brasileirão.

Técnico ressalta a persistência em busca do triunfo

Dez minutos após o jogo, banho tomado, o técnico Paulo César Carpegiani se apresentou para a entrevista coletiva foi logo dizendo: “Deus olhou e falou: ‘ o Vitória merece o triunfo hoje”.

Para o técnico, o time apresentou um bom futebol, ditou o ritmo do jogo e mereceu vencer porque foi persistente até o apito final do árbitro carioca do quadro da Federação Catarinense de Futebol, Wagner Tardelli Azevedo. “Corremos o risco com as substituições que fizemos, mas tinha o único objetivo que era ganhar o jogo”.

Paulo César Carpegiani destacou a atuação de Willian como ala esquerda e disse que contra o Grêmio os jogadores já mostraram melhor condicionamento: “Finalmente, eu e Ednilson (Sena, preparador físico) que assumimos juntos, tivemos tempo para trabalhar e vamos melhorar mais ainda”.

Herói do jogo, o meia Leandro Domingues não pôde participar da coletiva porque foi sorteado para o antidoping – ele o atacante Neto Baiano.

Os jogadores ganharam folga até terça-feira, pela manhã, quando voltam aos treinamentos na praia. À tarde, treinam no Centro de Treinamento Manoel Pontes Tanajura.

O meia Willian, que pediu para sair após sofrer uma dura entrada do atacante argentino Max López, tranquilizou o Departamento Médico. “Senti caimbras, pois estou sem ritmo de jogo”, esclareceu.

Gremistas parabenizam Leandro Domingues por golaço no Barradão

Derrotados, mas conscientes. Neste domingo, o Grêmio foi derrotado pelo Vitória, por 1 a 0, pela quarta rodada do Brasileirão. Apesar do resultado negativo, o lance que decidiu o jogo, aos 47 do segundo tempo, mereceu elogios dos gaúchos. Na saída do campo do Barradão, em Salvador, os tricolores destacaram o chute perfeito do meia Leandro Domingues, que acertou o ângulo de Victor (assista ao vídeo ao lado).

- Parabéns ao adversário que acertou um chutaço. A equipe lutou bastante e foi castigada - disse Ruy.

O meia Souza elogiou o sistema defensivo do Grêmio e concordou com o companheiro.

- Mérito para o cara. Foi igual ao Molina (jogador do Santos que marcou contra o Grêmio, no Olímpico, na estreia do Brasileirão), estávamos nos defendendo bem – avaliou.


O zagueiro Léo, capitão da equipe, discursou na mesma linha.

- A gente conseguiu se defender bem, neutralizar. Mas no último minuto foi mérito do Leandro - lamentou.

O goleiro Victor, que na saída do intervalo havia reclamado da postura defensiva da equipe, também reclamou da sorte na conclusão do jogador do Vitória.

- Ele foi feliz. Pode tentar mais 50 chutes desses que não vai acertar nenhum. Lance de pura felicidade - afirmou.

Já o lateral Jadílson preferiu admitir a má partida do Grêmio em Salvador.

- A equipe não teve posse de bola. A gente pegava e entregava para eles – definiu.

Jhasmani pode pintar no Vitória



Após não fechar contrato com o Bahia e retornar para a Bolívia, agora parece ser a vez do Vitória tentar contratar o meia Jhasmani, jovem revelação Boliviano. Sabendo do não acerto com o rival, a diretoria do Rubro-Negro demonstrou interesse e deve entrar na briga para contratar o jogador no segundo semestre.

Sem poder entrar em campo até agosto, quando abrem as janelas para transferências internacionais, Jhasmani resolveu não assinar com o Bahia, retornando ao seu país de origem. Muito elogiado por profissionais que trabalham com o atleta, em especial o auxiliar técnico do Vitória, Júlio Camargo, o atleta parece ter sido indicado e com isso pode ser uma opção do Rubro-Negro para o semestre de 2009.

Video - Vitoria 1 x 0 Gremio

No último lance, Vitória bate o Grêmio com golaço de Leandro Domingues

Um lance perfeito. Foi assim que o Vitória conseguiu derrotar o Grêmio, por 1 a 0, neste domingo, no Barradão. Depois de tentar, martelar e insistir por 90 minutos, o Rubro-Negro só conseguiu abrir o placar aos 47 do segundo tempo, num golaço de Leandro Domingues (assista aos melhores lances no vídeo ao lado). O Leão termina a quarta rodada do Brasileirão com nove pontos, entra no G-4 e é vice-líder. O Tricolor gaúcho continua com quatro.

Na próxima rodada, o Grêmio recebe o Náutico, na quinta-feira, no Olímpico, às 21h. O Vitória joga no domingo, no Palestra Itália, contra o Palmeiras, às 16h.

Antes do jogo, festa no Barradão



A confirmação de Salvador como uma das 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014 foi em ritmo de axé. Os cantores Tatau e Ivete Sangalo comandaram a comemoração no estádio Barradão, após o anúncio do presidente da Fifa, o suíço Joseph Blatter, em reunião do comitê da entidade em Nassau (capital das Bahamas). A musa, inclusive, deu o primeiro toque na bola antes do duelo pelo Nacional.

Vitória mais agudo

Muita correria e pressão dos baianos. Este foi o panorama do primeiro tempo da partida. Um duelo que começou com muito estudo por parte dos dois times. Só aos dez minutos surgiu a primeira chance de gol. Leandro Domingues cobrou falta para a área, o zagueiro Victor Ramos subiu sozinho entre os tricolores e cabeceou com muito perigo. O lance fez o técnico Paulo Autuori se levantar pela primeira vez do banco de reservas. O Grêmio entrou em campo com um time misto por conta do desgaste do jogo da última quarta-feira contra o Caracas, na Venezuela, pela Libertadores, quando empatou por 1 a 1.

Sem força ofensiva, o Tricolor gaúcho pouco ameaçava. O primeiro chute a gol foi de Souza, aos 12. Ele entrou na área do Leão, gingou na frente da marcação, mas bateu fraco pela linha de fundo. Cinco minutos mais tarde, o Vitória respondeu com um ótimo chute de Adriano. O atacante bateu rasteiro, da entrada da área, e acertou a trave.

O desenho do jogo estava claro. Vitória no ataque, e Grêmio no contra-ataque, mas sem velocidade. Numa das poucas investidas dos gremistas, o atacante Alex Mineiro pediu pênalti. Ele se enroscou com os defensores rubro-negros e caiu na área. Wagner Tardelli nada marcou.

Apesar de tentar envolver o Grêmio com toques rápidos e ultrapassagens pelas laterais, especialmente com Apodi, o Vitória passou a investir nos chutes de fora da área. Aos 32, Willian bateu de longe o obrigou Victor a fazer bela defesa. Quatro minutos depois, a bola aérea por pouco não deixou o Tricolor inaugurar o marcador. Souza cobrou escanteio, Réver cabeceou para o chão na primeira trave e quase conseguiu surpreender o goleiro Viafara.

O jogo ficou mais aberto. Aos 39, a melhor chance. Apodi foi lançado na direita, avançou com velocidade até entrar na área e bateu firme. Victor, goleiro da seleção brasileira, cresceu para cima do ala e impediu a abertura do placar. Fim de primeiro tempo: Vitória melhor, mas sem vantagem.

Leão tenta de todas as formas


Apodi tenta passar pelo zagueio Réver
Cruzamentos, chutes de fora da área e tabelas. O setor ofensivo do Vitória começou o primeiro tempo de forma persistente em busca do gol. O ala pela direita Apodi era o mais acionado do time baiano, mas não conseguia furar o bloqueio gremista. Paulo Autuori voltou para a etapa final com duas mudanças: Jonas no lugar de Alex Mineiro, e Jadílson no lugar de Adilson. Jonas ficaria pouco tempo em campo. Primeiro ele fez uma falta boba em Vanderson e recebeu o amarelo, aos sete. Aos 23, atingiu Apodi no meio-campo e foi para a rua.

Antes, porém, viu o zagueiro Anderson Martins quase marcar para o Vitória. Aos 20, o defensor fugiu das suas características, soltou uma bomba de muito longe, cheia de efeito, mas Victor estava atento para impedir o gol. Depois desse lance, a partida ficou concentrada no meio-campo e sem grandes jogadas de efeito. O meia Souza tentou dar fim ao clima de monotonia com um chute forte, aos 35. De longe, o camisa 8 obrigou Viafara a fazer uma defesa difícil.

No últimos dez minutos, quem ficou mais perto do gol foi o Grêmio. Aos 43, o argentino Maxi López quase conseguiu fazer valer a força do contra-ataque dos visitantes. Ele ganhou do marcador, bateu forte de pé esquerdo e Viafara salvou o Leão. Parecia que o jogo terminaria assim, sem gols. Só parecia. Aos 47, Leandro Domingues olhou para o gol, olhou novamente, e acertou um chute no ângulo do goleiro Victor. Essa não dava para defender. Último lance do jogo, e vitória do Rubro-Negro de Salvador.

Ficha técnica:
VITÓRIA 1 x 0 GRÊMIO

VITORIA

Viafara; Wallace, Victor Ramos, Anderson Martins (Ramon); Apodi, Vanderson, Leandro Domingues, Willian (Roger) e Uellinton; Adriano (Elkeson) e Neto Baiano.
Técnico: Paulo C. Carpegiani.

GREMIO

Victor; Léo, Rafael Marques e Réver; Ruy, Túlio, Adilson (Jadílson), Souza e Fábio Santos; Alex Mineiro (Jonas) e Maxi López (Douglas Costa).
Técnico: Paulo Autuori.
Gols: Leandro Domingues, aos 47 do segundo tempo.
Cartões amarelos: Apodi (Vitória); Fábio Santos, Jonas, Léo, Jadílson, Souza (Grêmio). Cartão vermelho: Jonas (Grêmio).
Estádio: Barradão, Salvador. Data: 31/05/2009. Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo. Auxiliares: Angelo Rudimar Bechi (SC) e Alcides Zawaski Pazetto (SC).

Time disputa amistoso nesta segunda-feira à tarde

Bicampeão baiano, o júnior rubro-negro joga amistosamente às 17 horas desta segunda-feira, contra a seleção de Nova Soure, em comemoração aos 71 anos de emancipação do municpio fundado em 1º de junho de 1938.

A delegação rubro-negra segue viagem às 8h30 de segunda-feira, em ônibus especial da empresa Turim, levando seus principais jogadores. Nova Soure fica a 225 quilômetros de Salvador, na região Nordeste.

Taça do tri pode ser vista na loja da MCS-Tim no Iguatemi

A taça do tricampeonato baiano conquistada pelo Vitória já se encontra em exposição na loja da MCS-Tim no Shopping Iguatemi, 1º piso. A exposição seguirá terça-feira, dia 2 de junho.

No dia seguinte, a taça será levada para a nova loja da MCS-Tim no Paralela Shopping, onde ficará até dia 6.

A exposição foi aberta na loja da empresa no Shopping Center Lapa, logo após a conquista do título, e até segunda-feira pôde ser vista na MCS-Tim do Shopping Barra. De segunda-feira até sexta-feira ficou no Salvador Shopping.

Torcida Camisa12 do Vitória homenageia Ivete Sangalo

A Camisa 12, depois de homenagear o Pitbull Vanderson, agora fez uma homenagem a Ivete Sangalo.Veja a bandeira:



Reaberto o canal de comunicação com o torcedor

O canal de comunicação com o torcedor rubro-negro foi reaberto: está em funcionamento novamente o site do Sou Mais Vitória.

Nele, os rubro-negros podem aderir ao Programa Sócio Torcedor, conhecer os planos e os associados renovar contratos.

Como novidade, uma parte interativa onde os torcedores poderão comentar as notícias sobre o programa e as ações do nosso Vitória.

Kits do SMV serão entregues no domingo

O torcedor que fez o plano Sou Mais Vitória antigo que dava direito ao kit da camisa oficial e que ainda não recebeu poderá retirar o kit no stand do Sou Mais Vitória neste domingo lá no Barradão.

Sete catracas também estão instaladas para facilitar a entrada dos associados do Sou Mais Vitória.

Novas carteirinhas também estão sendo confeccionadas estas interagem com o novo sistema de catracas operado pela Ingresso fácil. A promessa é que já na próxima semana as carterinhas sejam entregues.

Grêmio ganha novo patrocinador

kkkkkkkkkkk! relacionado ao jogo de domingo:



Não entendeu? Clique aqui

Artilheiro ameaçado



A súmula do árbitro André Luiz de Freitas Castro não foi nada amigável com Neto Baiano, que terá que responder por dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) na sessão da Segunda Comissão Disciplinar, uma vez que além de ter cuspido no jogador vascaíno, ainda deixou o campo reclamando da arbitragem.

“Aos 40 minutos do primeiro tempo, fui informado pelo assistente que o atleta Euvaldo José de Aguiar Neto, atingiu com uma cusparada o rosto do seu adversário fora da disputa de bola (...) diante do fato paralisei a partida e expulsei com cartão vermelho direto o atleta infrator. Após a expulsão, o atleta expulso, dirigiu-se a mim reclamando de forma acintosa dizendo as seguintes palavras: ‘o que eu fiz, vocês estão de sacanagem, tão complicado o jogo, eu não fiz nada’”, relatou o árbitro.

Por conta disso, o atacante foi denunciado em dois artigos: o 253 (Praticar agressão física contra o árbitro ou seus auxiliares, ou contra qualquer outro participante do evento desportivo) e 251 (Reclamar, por gestos ou palavras, contra as decisões da arbitragem ou desrespeitar o árbitro e seus auxiliares). O primeiro tem pena mínima de 120 dias e máxima de 540, enquanto que o segundo pode o afastar de até quatro partidas.

Cusparada não é novidade para o STJD, que em 2007 julgou o meia Hugo, do São Paulo, pelo mesmo motivo. Na ocasião, ele foi suspenso por 120 dias por ter cuspido em Goiano, do Paraná, durante o Campeonato Brasileiro daquele ano.

As denúncias chegam num período em que Neto Baiano vive o melhor momento de sua carreira. Com 22 gols na temporada, ele é o segundo maior artilheiro do futebol brasileiro, atrás apenas de Taison que tem um gol a mais. Em caso de suspensão, pode ter seu objetivo no ano prejudicado.

Vitória nega interesse em Paulo Baier

O presidente do Sport Recife, Sílvio Guimarães declarou a imprensa Pernambucana que o Goiás e o Vitória estariam interessados na contratação do meia atacante Paulo Baier. Segundo o Presidente; A saída do treinador Nelsinho Batista e a provável saída do Jogador não estariam relacionadas com a dura discussão entre os dois na última quarta-feira (27/08).
Nelsinho Batista, deixou o clube alegando desgaste com alguns atletas, após cobrar duramente mais empenho de alguns jogadores; Paulo Baier não gostou da atitude do treinador e saiu em defesa dos colegas e os dois discutiram duramente. Sílvio Guimarães afirmou, “Não vamos deixar Paulo Baier sair, sem uma boa compensação financeira, afinal; fizemos um grande investimento para trazê-lo para Recife” declarou.
A diretoria do Vitória nega o interesse. Veja a ficha do Jogador.
Nome: Paulo Cesar Baier

Altura: 1,81m

Peso: 78 kg

Clube atual: Sport Recife

Posição: Lateral direito e Meia

Clubes: São Luiz RS, Criciúma, Botafogo RJ, Atlético MG, Vasco da Gama, América MG, Goiás, Palmeiras e Sport.

Títulos: Campeão Catarinense 1998, Campeonato Brasileiro da 2° Divisão 2002 e Campeão Pernambucano 2009.

Título Pessoal: Bola de Ouro 2004 – revista Placar

Presidente do Conselho Deliberativo na Rádio Transamérica

O deputado federal José Alves Rocha, presidente do Conselho Deliberativo do Vitória, foi convidado e aceitou participar ao vivo nesta quinta-feira, à noite, do programa “Transamérica Esporte”, na Transamérica (100.1).

O programa, das 20h às 22h, é comandado por Marcos Pimenta, e tem participação do comentarista Sinval Vieira, e dos repórteres Jorge Catugi e Jailson Baraúna.

Ivete Sangalo vem, Tatau está confirmado e o tetracampeão mundial Bebeto Gama pode ser mais uma atração na festa de domingo

E vai rolar a festa! Depois da nossa madrinha Ivete Sangalo e de Tatau, outra celebridade rubro-negra deve confirmar nesta sexta-feira presença na festa de domingo, à tarde, no Estádio Manoel Barradas, por ocasião do jogo Vitória x Grêmio, pela quarta rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

O atacante tetracampeão mundial Bebeto Gama, revelado nas categorias de base do rubro-negro, foi convidado e ficou de responder nesta sexta-feira se estará presente domingo em Salvador.

O torcedor presente ao Barradão no domingo ficará sabendo por meio de um telão de altíssima definição da confirmação de Salvador como uma das sedes da Copa do Mundo de 2014.

Haverá, ainda, a entrega das faixas aos tricampeões baianos de 2009, show pirotécnico, 40 mil balões coloridos nas cores verde, amarelo, vermelho e preto, e execução do Hino Nacional.

Convidada pelo Vice-presidente Executivo, Jorge Sampaio, a cantora Ivete Sangalo, que participou terça-feira do show “Elas Cantam Roberto”, homenagem aos 50 anos de carreira do cantor Roberto Carlos, no Teatro Municipal de São Paulo, conseguiu abrir espaço em sua recheada agenda e na tarde desta quinta-feira respondeu positivamente.

Ivete Sangalo fará uma homenagem especial ao Vitória pela conquista do tricampeonato e à cidade de Salvador pela escolha como uma das sedes da Copa do Mundo.

Tatau também vai participar da festa. O cantor não perde um jogo do rubro-negro do Barradão e faz questão de ficar incógnito entre os torcedores da TUI (Torcida Uniformizada Os Imbatíveis).

Vitória será patrocinado pela torcida

As dificuldades em conseguir um patrocinador para as camisas é geral em todo o futebol brasileiro. Muitos dos grandes clubes do país ainda não conseguiram fechar grandes acordos, e a crise financeira mundial continua sendo o principal motivo alegado pelas grandes instituições.

No Vitória, a situação não é diferente. Ainda sem um patrocinador "master" (termo utilizado para descrever o principal espaço na camisa de um clube de futebol, que é o centro) fechado para a temporada, a diretoria do Rubro-negro encontrou uma alternativa de aumentar as receitas do clube.

A partir deste domingo, na partida contra o Grêmio, o Vitória estampará em suas camisas a logomarca do programa "Sou Mais Vitória", principal produto de marketing do clube. Além da novidade, a administração Barradão disponibilizará sete catracas exclusivas para os associados do Rubro-negro.

"Além de mais opções, novas máquinas e novos leitores dos cartões atuais estarão disponíveis, prometendo mais agilidade na entrada dos associados. Com as sete catracas em pleno funcionamento, as filas não deverão acontecer", explica o diretor de marketing do Vitória, Ricardo Azevedo. "Novas medidas estão sendo tomadas para melhorar o sistema e, a cada dia, prometeremos empenho para tornar o 'Sou Mais Vitória' a altura de nossa torcida", completa.

O programa 'Sou Mais Vitória' atualmente conta com aproximadamente 7 mil associados. A intenção da diretoria do clube é chegar aos 10 mil até o final do ano.

Presidente do Vitória admite interesse em Leandro Bomfim

O Presidente do Vitória Alex Portela confirmou na Rádio Itapoan FM, o interesse na contratação do meia Leandro Bomfim, que estava no Fluminense RJ. A contratação pode ser anunciada nos próximos dias, segundo o presidente Rubro-negro." É um jogador que interessa muito e nós estamos precisamos de um meia de ligação”. Leandro Bomfim tem 25 anos, e começou no futebol na base do Vitória, jogou no profissional em 2001 e 2002 e depois foi negociado para o futebol Holandês. Veja a ficha do completa de Leandro Bomfim.

Nome: Leandro do Bomfim
Data de Nascimento: 08.01.1984
Altura: 1,77
Peso: 68 kg
Posição: Meia atacante
Último Clube: Fluminense RJ
Clubes: Vitória, PSV Eindhoven, FC Porto, São Paulo, Cruzeiro, Nacional Funchal, Vasco e Fluminense RJ.
Títulos: Campeonato Holandês, Super Copa Holandesa, Copa Libertadores 2005, Campeonato Mineiro 2006.

Jackson inicia a fase de recondicionamento físico

Livre do “desconforto muscular” na coxa esquerda, o guerreiro Jackson está voltando. Nesta quarta-feira, ele treinou forte, pela manhã e à tarde, com orientação do professor Cláudio Frias, assistente da preparação física.

A tendência é que a partir desta quinta-feira, Jackson retome os treinos com bola, e tudo correndo bem esteja à disposição de Paulo César Carpegiani para o jogo contra o Palmeiras, dia 7 de junho, no Estádio do Parque Antarctica, em São Paulo.

Jackson se queixou do “desconforto” antes do jogo de volta contra o Vasco, pela Copa do Brasil, e foi vetado. Não atuou diante do Cruzeiro, sábado passado, pelo Brasileiro.

Quem também trabalhou forte nesta quarta-feira foi o recém-contratado Leandro. O lateral-esquerdo iniciou a fase de recondicionamento físico com o preparador Ednilson Sena.

Leandro não joga desde dia 12 de abril – um mês e 14 dias – quando do Fla x Flu vencido pelo Flamengo, por 1 x 0, pelas semifinais da Taça Rio (2 º turno do Campeonato do estado do Rio de Janeiro).

Resultado enquete

Pergunta:

Quem é melhor?

Opções de repostas:

Neto Baiano
Neto Berola

Resultado:

Neto Baiano 220 (70%)
Neto Berola 93 (29%)

Volante é absolvido e fica a disposição do técnico Paulo César Carpegiani

O volante Magal, que havia sido esxpulso no jogo em que o Vitória ganhou do Sport por 1 x 0, na segunda rodada do Campeonato Brasileiro, foi julgado na noite desta terça-feira e os auditores em sua maioria votaram pela absolvição do atleta.

Magal havia sido enquadrado no artigo 255 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (Praticar ato de hostilidade contra adversário ou companheiro de equipe), mas acabou sendo julgado no artigo 250 (ato desleal).

Assim, o volante estará a disposição do técnico Paulo César Carpegiani para o jogo de domingo, às16 horas, diante do Grêmio, no Estádio Manoel Barradas.

Vídeo - Leandro desembarca em Salvador e faz três pedidos

Tudo é possível!


O homem que virou Vitória

Empresário deixou o Bahia de lado para torcer pelo Vitória

DIZ O POVO que na Bahia nunca se viu enterro de anão ou assalto a baiana de acarajé. Além destes, há muitos exemplos de coisas que dizem ser impossível encontrar. Mas uma coisa inusitada o Jornal da metrópole achou: um ex-torcedor do Bahia que virou vitória.

O empresário Leonardo Souza tem 31 anos e vibrou com o Tricolor nos tempos de glória, quando freqüentava a Fonte Nova com amigos. No estádio, aplaudiu a elegância sutil de Bobô e a eficiência de Zanata. Em 9 de julho de 2008, foi ao Manoel Barradas e viu o Vitória golear o Botafogo por 5 a 2. Não deu outra: virou a casaca.

“Cara, eu não acompanho nada de futebol, não me coloque nessa situação”, diz ele, querendo fugir da confirmação de que agora é o Leão da Barra que ruge em seu coração. “Pra mim, tanto faz, mas hoje, se fosse para escolher algum time para torcer, eu seria Vitória”, admite por fim.

Leonardo conta que se surpreendeu com a infra-estrutura do Barradão e que como nunca deu muita bola para o mundo da bola, adotou o critério administrativo na escolha de um time para torcer. “Eu gostei da organização do Vitória. Dou valor a essas coisas. então, depois da primeira vez que fui ao Barradão, já fui em mais duas partidas”, revela.

Meio ressabiado com a reportagem e achando que tudo era uma grande brincadeira, Léo, como os amigos o chamam, se recusa a responder se já tem uma camisa do rubro-negro baiano no guarda-roupa. Depois de várias tentativas de chutar a pergunta para a linha de fundo, corre para a torcida: “Mande uma camisa do vitória pra mim que eu visto com muito prazer!”

Novos cartões SMV

Olá torcedores, segue a arte dos novos cartões SMV que estarão disponíveis até a próxima semana e que permitirão um acesso facilitado à arena.
Esta operação, com a implantação destes cartões, passará a ser feita pelo sistema Ingresso Fácil, assim como já acontece no restante das catracas da arena.



Fonte: Marketing ECV

Leandro se apresenta ao Vitória e confessa estar feliz por voltar a jogar no clube que lhe projetou nacionalmente

Às 15h30 desta terça-feira, o lateral Leandro, ou Leandrinho como é carinhosamente chamado, foi apresentado pelo Vice-presidente Executivo Jorge Sampaio, na sala de imprensa João Borges Bougê.

Sete anos após ter deixado o clube, quando foi vendido para o Cruzeiro (MG), o lateral que estava “infeliz no Fluminense”, voltou a se sentir “feliz assim que cruzei o portão do Barradão”.

Leandro desembarcou às 9h57 em Salvador e depois de resolver o problema com o extravio de uma de suas duas malas, foi conduzido para a clínica Santa Bárbara e submetido a exame ortopédico e está tudo “ok”, de acordo com o Dr.. Ivan Carilo.

Depois de almoçar, o jogador foi levado para o Centro de Treinamento Manoel Pontes Tanajura, reuniu-se com o supervisor Mário Silva e com a chegada ao gestor Jorge Sampaio, foi apresentado à imprensa. O contrato de Leandro vai até dezembro deste ano.

“Mal cheguei e já me sinto muito feliz em estar de volta. Tenho muito carinho pelo Vitória, clube que me revelou para o cenário nacional e que dispensa comentários sobre sua estrutura”, disse.

Sem jogar desde a partida contra o Flamengo, pela Taça Rio, Leandro confessa que está “mal fisicamente”. “Ele vai precisar de uns 15 dias”, avalia o preparador físico Ednilson Sena, que trabalhou com Leandro no Fluminense.

Depois da coletiva, o jogador foi levado pelo fisiologista Valter Abrantes para realizar o exame de eletrocardiograma em uma clínica. Nesta quarta-feira, pela manhã, ele continuará com as avaliações.

Leandro elogiou a estrutura do Vitória e disse que embora tgivesse propostas de outros clubes, decidiu voltar ao rubro-negro “pelo carinho de todos, dos funcionários aos dirigentes”. “O Vitória é um clube que possui uma estrutura maravilhosa, que faz inveja a muitos clubes”.

No Vitória, além dos títulos baianos de 1999, 2000 e 2002, Leandro ganhou a Bola de Prata, prêmio da Revista Placar, como melhor lateral-esquerdo do Brasileiro de 99, quando o rubro-negro foi semifinalista.

Torcedor já pode garantir sua entrada para o jogo de domingo

Os ingressos para o jogo Vitória x Grêmio, domingo, dia 31 de maio, às 16 horas, já estão à venda nas bilheterias do Estádio Manoel Barradas e nos postos em cinco shoppings.

Os preços dos ingressos de arquibancada são os seguintes: R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia). Para adquirir a meia-entrada, o torcedor não precisa apresentar o documento que garante o direito ao benefício. O ingresso de cadeira custa R$80,00 inteira e R$40,00 a meia.

POSTOS DE VENDA

Bilheterias do Estádio Manoel Barradas
Das 9h às 17h

Lojas da MCS-Tim
Shoppings Salvador, Barra e Center Lapa

Loja do Leão
Shopping Capemi (ao lado do Iguatemi)
Tel: 3358-5411
Shopping Center Lapa - 3º Piso
Tel. 3328-3634

Estação Rubro-Negra
Shopping Paralela
Térreo

Vitória faz domingo a festa das faixas

A direção do Vitória vai aproveitar a primeira partida do time num domingo à tarde, para fazer a festa da conquista do título de tricampeão baiano de 2009. O Grêmio de Porto Alegre vai entregar as faixas à Comissão Técnica e jogadores do time baiano no estádio Manoel Barradas, na Toca do Leão. O jogo estava marcado para às 18 horas, mas foi antecipado pelas CBF para às 16 horas, e os dirigentes estão negociando a presença da musa Ivete Sangalo para comandar a festa no Barradão.

Se o tempo estabilizar esta semana em Salvador, parar de chover, a festa rubro-negra pode ser em dose dupla. Se o campo estiver em boas condições, pode haver um jogo amistoso na preliminar para a festa dos garotos das Divisões de Base, que conquistaram o título de bicampeões baianos de juniores, e no jogo principal, contra o Grêmio, válido pela 4ª rodada da Série A do Brasileiro, a festa do tricampeonato dos profissionais.

Com bola rolando, o Vitória deve ter outras atrações para a sua torcida, como a estreia do lateral-esquerdo Leandro, que está voltando à Toca do Leão. O jogador está sendo esperado hoje em Salvador, vai começar os trabalhos com os novos companheiros, e se estiver em condições físicas, ele vem treinando normalmente no Fluminense do Rio de Janeiro, pode jogar contra o Grêmio de Porto Alegre.

O técnico Paulo César Carpegiani tem toda a semana para montar o time e todos os seus jogadores à disposição, inclusive os "novos baianos", jogadores que foram revelados por clubes do interior na disputa do Campeonato Baiano deste ano, como Neto Berola, pelo Itabuna, e Robert, pelo Atlético de Alagoinhas, que a torcida espera uma oportunidade para eles no Brasileiro.

Além disso, existe a possibilidade da volta de importantes jogadores que não puderam ser utilizados pela Comissão Técnica na derrota de 2 a 0 para o Cruzeiro, como Apodi, Leandro Domingues, Jackson, Anderson Martins, e até a opção de Nadson, que terão toda esta semana para trabalhar a parte física e técnica para voltarem ao time do Vitória contra os gaúchos. A delegação voltou ontem a Salvador e o grupo se reapresenta esta tarde no Centro de Treinamentos da Toca do Leão para o início dos trabalhos no Barradão.

Através do programa Grito-Rubro Negro, do radialista Renato Lavigne, na Rádio Excelsior da Bahia, ontem, no início da tarde, apresentado pelo radialista Luís Paranhos, o torcedor do Vitória, em peso, manifestou sua insatisfação com o trabalho do técnico Paulo César Carpegiani nos jogos do Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, pedindo inclusive a volta do auxiliar-técnico Ricardo Silva. Mas o vice-presidente de futebol do clube, Jorge Sampaio afastou qualquer possibilidade de afastamento do treinador e aproveitou para pedir calma e paciência à torcida.

"O torcedor é paixão, emoção, e cabe a nós avaliarmos com cautela e pés no chão. Carpegiani, desde que chegou ao Vitória, não teve tempo para trabalhar o time. Temos um bom grupo, estamos reforçando ainda mais o time, e termos que dar tempo ao nosso treinador para armar, montar o time", disse Jorge Sampaio.

Além de confirmar a chegada do lateral-esquerdo Leandro a Salvador, durante o dia de hoje, Jorge Sampaio confirmou que está avaliando e mantendo contatos para a contratação de pelo menos mais três reforços para o Brasileiro e a Copa Sul-Americana. O dirigente não antecipou nomes, mas disse que está procurando mais um zagueiro, um meia de criação e um atacante.

O próprio vice-presidente admitiu que o Vitória esteve muito mal na derrota para o Cruzeiro. "Péssima apresentação, muito ruim. O que preocupa não é a derrota, e sim a atuação". As críticas de Jorge Sampaio foram repetidas pelo próprio técnico Paulo César Carpegiani, ainda no vestiário do estádio do Mineirão, após a derrota de 2 a 0 para o Cruzeiro.

"A falta de qualidade técnica ficou bastante latente. Do meio de campo pra frente a gente não conseguiu produzir. "A equipe vem sentindo demais a maratona de jogos. Na quarta jogamos num campo muito ruim e depois não tivemos a oportunidade de treinar na sexta por causa da chuva", lamentou o técnico do Vitória.

A semana será tensa para o Vitória com o julgamento de quatro dos seus jogadores. Dois, Apodi e Wallace, pelo TJD/BA - Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia, e os outros dois, Luciano Almeida e Magal, pelo STJD - Superior Tribunal de Justiça Desportiva da CBF, no Rio de Janeiro. Os jogadores do tricampeão baiano serão julgados por denúncias em partidas pelo Campeonato Baiano, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, em julgamentos que ocorrerão hoje, segunda-feira, e amanhã, terça-feira.

Os casos que mais preocupam são do lateral-direito Apodi e do zagueiro Wallace, que foram denúncias pela Procuradoria do TJD/BA depois que o rival Bahia divulgou imagens acusando os dois jogadores de agredirem o atacante Reinaldo Alagoano durante a primeira partida da decisão do Estadual, vencida pelo Vitória por 2 a 1. O julgamento será feito pela 2ª Comissão Disciplinar, hoje a partir das 18 horas.

Wallace Reis da Silva e Luiz Dialisson de Souza Alves, o Apodi, foram denunciados por agressão física ao adversário, como está previsto no artigo 253 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). A pena para esta infração é de suspensão de 120 a 540 dias. Em caso de punição, ainda que mínima, os dois jogadores ficarão até quatro meses longes dos gramados.

O lateral esquerdo Luciano Almeida e o volante Magal serão julgados pelo STJD. Os dois jogadores podem pegar até três partidas de suspensão. O primeiro será julgado por conta da expulsão no jogo contra o Vasco, pela Copa do Brasil, em sessão da 1ª Comissão Disciplinar. Amanhã, será a vez de o segundo denunciado ser julgado pela 2ª Comissão Disciplinar.

Vitória na TV - 47a Edição - 18/05/2009

Vitória na TV - 47a Edição - 18/05/2009

Elenco do Vitória 2009



Relação do elenco do Esporte Clube Vitória para 2009. Estão relacionados apenas os jogadores do elenco profissional.

// Direção, Conselhos e Informações do E.C. Vitória
// Artilharia do Vitória em 2009.

Clique no nome do jogador para maiores informações.

ATLETAS
Goleiros
Edivaldo Silva Nascimento (Badio) - 21 anos
Gléguer Zorzim - 32 anos
Julián Ramiro Viáfara Mesa - 30 anos
Thiago Régis Miranda Prado - 17 anos

Zagueiros
Anderson Vieira Martins - 21 anos
Luiz Henrique Lima de Souza - 31 anos
Marco Aurélio Fernandes da Silva - 31 anos
Thiago Gomes Antequeira - 26 anos
Victor Ramos Ferreira - 19 anos
Wallace Reis da Silva - 21 anos

Volantes
Anderson Conceição Xavier - 29 anos
Carlos Alberto Pereira Silveira - 27 anos
Carlos Vanderson Aguiar Silva - 29 anos
José Gildeixon Clemente Paiva (Gil) - 22 anos
Sidnei da Silva (Magal) - 28 anos
Washington Ramirez Cruz Santos - 21 anos
Uelliton da Silva Vieira - 21 anos

Meias
Cristian Martins Cabral - 29 anos
Elkeson de Oliveira Cardoso - 19 anos
Gláucio de Jesus Carvalho - 33 anos
Jackson Coelho Silva - 35 anos
Javier Arley Reina Calio - 20 anos
Kleiton Domingues Barbosa - 20 anos
Leandro Domingues Barbosa - 25 anos
Rafael Menezes da Cruz (Rafael da Granja) - 25 anos (Meia-atacante)
Ramon Menezes Hubner - 36 anos
Valmir Roseno Santos (Bida)- 24 anos
Willian Fernando da Silva - 22 anos

Laterais Esquerdo
Alcenil Soares Filho(Nill) - 26 anos
Ernandes Dias Luz - 21 anos (meia)
Luciano Silva Almeida - 33 anos
Robson Ferreira de Almeida (Robinho) - 27 anos

Laterais Direito
Luís Dialisson de Souza Alves (Apodi) - 22 anos
Ricardo Sales Alves dos Santos (Bosco) - 28 anos

Atacantes
Antonio Adriano Antunes de Paula - 21 anos
Euvaldo José de Aguiar Neto (Neto Baiano) - 26 anos
André Luis Leite - 22 anos
Nadson Rodrigues de Souza - 27 anos
Robert Mendes da Silva - 23 anos
Roger Rodrigues da Silva - 24 anos
Sosthenes José Santos Sales (Neto Berola) - 21 anos Novo!
Washington Luiz Mascarenhas da Silva - 30 anos


COMISSÃO TÉCNICA

Técnico: Paulo César Carpegiani [veja estatísticas]
Supervisor: Mário Silva
Preparador Físico: Cláudio Frias e Alex Fernandes
Assistentes Técnicos: - Ricardo Neto da Silva, Rodrigo Carpegiani e Julinho Camargo
Treinador de goleiros: Luciano Oliveira Júnior
Instrutor de Musculação: João Alberto de Souza (Beto)
Médicos: Ivan Carilo (Coordenador), Rodrigo Gama, José Olimpio, Marcos Baqueiro, Daniel Alencar (ortopedistas) e José Araújo (cardiologista)
Dentistas: Frederico Penalva e Eugênio Leite
Fisioterapeutas: Clício Alves e Diogo Araújo
Nutricionista: Francesca Motta
Enfermeiros: Reginaldo Nunes e Anderson da Purificação
Massagista: Edmilton Pedreira (Tuca)
Roupeiros: Adilson Conceição e Luís Alcides

PASSARAM PELO CLUBE EM 2009

Atacante: Francisco Jaílson de Sousa (Jajá)
Lateral esquerdo: Roberto da Silva Roque
Meia: Rafael Bastos
Zagueiro: Nelson Saavedra Sánchez
Técnico: Vagner Carmo Mancini
Técnico: Mauro Fernandes da Silva

Paulo César Carpegiani reconhece a superioridade técnica do Cruzeiro

O Vitória perdeu por 2 a 0 para o Cruzeiro, neste sábado, no Mineirão, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, jogando muito mal. Apodi e Leandro Domingues, que por força contratual não puderam entrar em campo, fizeram falta ao time. No entanto, os desfalques não foram desculpa para a péssima atuação da equipe rubro-negra em Belo Horizonte, como afirmou o técnico Paulo César Carpegiani:

- Nós não nos apresentamos bem. Não há qualquer questionamento quanto à vitória do Cruzeiro, merecida. O time cometeu uma série de equívocos na marcação. Com a posse de bola, não fomos efetivos. Esse jogo foi uma lição. Agora é levantar a cabeça. A qualidade técnica ficou evidente. Quase não chegamos na área do Cruzeiro – resumiu.

Para o comandante do Leão, falta qualidade técnica:

- Nós precisamos colocar qualidade técnica para que a equipe possa andar. A equipe vem sentindo demais. Jogamos quarta-feira em um campo ruim, hoje jogamos novamente. Não treinamos direito por conta da chuva na sexta-feira – lamentou.

Segundo informações, o atacante Roger, que entrou no segundo tempo, saiu de campo afirmando que tem lugar no ataque rubro-negro. Ao ser questionado, o treinador rebateu com veemência:

- Eu não sei se o Roger tem vaga no ataque do Vitória. Isso é um problema meu, sou eu quem escala a equipe – encerrou.

Jogadores do Vitória lamentam a apatia e a derrota para o Cruzeiro

O Vitória poderia alcançar a liderança do Campeonato Brasileiro ao lado do Internacional, neste sábado, mas acabou perdendo para o Cruzeiro por 2 a 0, no Mineirão, e jogando muito mal. Se não fosse o goleiro Viafara, era certa a goleada celeste sobre a equipe baiana. Após a partida, ainda no gramado, o zagueiro Wallace foi curto e claro:

- Erramos nos dois gols que tomamos. A gente tem que corrigir. Teremos a semana inteira para trabalhar – lamentou.

O meia Adriano, que substituiu o inoperante Ramon no início do segundo tempo, pede para que o time não deixe o ritmo cair:

- Tivemos um início de campeonato muito bom, agora temos que treinar para não deixar cair esse ritmo – ressaltou.

E Carlos Alberto destacou uma pequena mais inofensiva reação na etapa complementar:

- No segundo tempo, tentamos alguma reação, mas não conseguimos – concluiu.

Video - Cruzeiro 2 x 0 Vitória

Sem dificuldade, Cruzeiro passa pelo apático Vitória



Sem muita dificuldade, quase em ritmo de treino, o Cruzeiro venceu o Vitória por 2 a 0, neste sábado, no Mineirão, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, e garantiu seu segundo triunfo na competição. O time do técnico Adilson Batista entrou em campo com a cabeça na disputa das quartas de final da Libertadores contra o São Paulo, mas diante da ineficiência dos visitantes, conquistaram os três pontos sem dificuldades.

Com o resultado, a Raposa chegou aos seis pontos, e roubou, provisoriamente, a vice-liderança do Vitória, que tem a mesma pontuação, mas perde no saldo de gols.

Visitante apático sofre dois de Kléber

Se os primeiros minutos da partida foram de forte marcação dos dois lados, o Cruzeiro não demorou para deixar clara sua superioridade em campo e, aos 22, abriu o placar. Após belo passe de Thiago Ribeiro pelo alto, Kléber venceu a zaga na velocidade e mandou uma bomba de esquerda para o fundo das redes.
Pouco depois, aos 28, Kléber recebeu cruzamento rasteiro de Athirson, na entrada da área, e, com categoria, cortou o zagueiro com a perna direita e chutou com a canhota no canto esquerdo do goleiro Viafara para ampliar.

O Cruzeiro aproveitava a facilidade em chegar à área baiana pela direita. Aos 35, Jonathan foi à linha de fundo e cruzou. A bola passou por Viafara, mas Victor Ramos cortou antes que Ramires marcasse o terceiro.

Em mais um ataque pela direita, aos 37, Jonathan fez o levantamento, e a defesa do Vitória parou, pedindo a marcação do impedimento. O árbitro não assinalou nada, mas Kléber, livre na área, desperdiçou a chance de marcar mais um, com um toque fraco defendido sem dificuldade pelo goleiro Viafara.

Apático em toda a etapa inicial, o Vitória deu um único chute na direção do gol, com Vanderson, aos 41, mas Fábio fez a defesa com tranqüilidade.

Viafara impede a goleada

Na tentativa de dar nova vida ao time baiano, o técnico Paulo César Carpegiani pôs Adriano no lugar do veterano Ramon. Mas a substituição não surtiu o efeito desejado, e os donos da casa continuaram a dominar o jogo.

Já aos 2 minutos, Fabrício esticou para Athirson entre os zagueiros do Vitória, mas o camisa 10, de frente para Viafara, tocou cruzado pela linha de fundo. Aos 4, Jonathan mandou uma bomba de fora da área, Viafara espalmou, a bola tocou na trave e, no rebote, o chute de Thiago Ribeiro foi desviado para escanteio.

O terceiro gol cruzeirense parecia próximo. Aos 6, Gerson Magrão tabelou com Kléber na entrada da área rubro-negra, mas exagerou no individualismo e, ao invés de fazer o cruzamento para os companheiros livres, chutou na rede pelo lado de fora. Aos 17, o goleiro Viafara fez defesa incrível em cabeçada a queima-roupa de Kléber.

O camisa 1 do Vitória voltou a mostrar serviço, aos 24, desviando mais uma a bomba de Jonathan de fora da área para escanteio.

Aos 27, Ramires passou para Kleber e recebeu de volta de letra. Livre para avançar, o volante tentou bater colocado, e, mais uma vez, a Raposa parou nas mãos de Viafara, que impedia a goleada. A história se repetiu aos 32, desta vez em chute forte do cruzeirense, defendido no susto pelo colombiano.

Na sequência, o Cruzeiro tem dois duelos marcados contra o São Paulo. O primeiro deles acontece na quarta-feira, às 21h50m, pelas quartas de final da Libertadores, no Mineirão. No domingo, os times voltam a se enfrentar, às 16h, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, no Morumbi. No mesmo horário, o Vitória recebe o Grêmio, no Barradão, também pelo Brasileirão.

Barradão terá Habib´s. Bares deverão sair

O Vitória está acertando os últimos detalhes para implantar no Barradão as lojas do Habib´s, substituindo todos os bares existentes. O contrato com a empresa determina que os produtos alimentícios no estádio rubro negro sejam do fast food.
Pelo acordo, o Habib`s estará investindo na criação de uma estrutura de produção com pontos de distribuição, dotada de logística e controle de qualidade rigorosos, para dar atendimento aos torcedores nas partidas no Barradão. O Habib´s também está exibindo sua logomarca nas mangas das camisas do uniforme oficial e de treino do Vitória.

Reforço do Vitoria: Leandro Silva Wanderley



Apelido: Leandro
Data de nascimento: 19/04/1979
Local de nascimento: Rio de Janeiro (Brasil)
Peso:63 kg
Altura: 1,76 m
Clubes:

América/RJ
Vitória
Cruzeiro
Porto
Cruzeiro
Palmeiras
Fluminense
Vitória

Nadson leva seis pontos por cotovelada no empate contra o Vasco

A fase está complicada para Nadson. O atacante voltou a jogar nesta quarta, depois de dois meses sem atuar, mas ficou menos de 30 minutos em campo no empate por 1 a 1 contra o Vasco. O jogador do Vitória levou uma cotovelada, abriu o supercílio e teve que deixar o campo aos 37 minutos do segundo tempo. Para completar, ele ainda ficou fora da lista dos relacionados para o jogo contra o Cruzeiro, neste sábado.

- Saiu muito sangue, mas o pior é que eu fiquei completamente tonto, sem nenhuma condição de continuar no jogo. Eu até pensei em ficar em campo, porque estávamos com dez jogadores e as três substituições já haviam sido feitas, mas o médico achou melhor eu sair - disse Nadson, por meio de sua assessoria de imprensa.

Ainda com o rosto inchado e dolorido, Nadson não deve treinar com bola nos próximos dias. O jogador reclamou da violência do lance, mas não lembra quem causou o corte no supercílio.

- Eu estava na área do Vasco e quando a bola foi cruzada da esquerda, alguém veio com o cotovelo direto no meu rosto. Eu nem tenho certeza de qual jogador fez isso comigo, mas foi uma atitude desleal.

Video - Vitória 1 x 1 Vasco

Fluminense desconhece o acerto de Leandro com o Vitória

A diretoria do Vitória anunciou, na noite de quarta-feira, a contratação do lateral-esquerdo Leandro, que estava no Fluminense neste início de temporada, mas que deixou o clube depois de receber ameaças por telefone de supostos torcedores do clube.

Mas a negociação não foi confirmada pelo coordenador de futebol do Fluminense, Alexandre Faria. De acordo com o dirigente, Leandro ainda está sob contrato com o Tricolor e não foi liberado.

- Não estamos sabendo de nada sobre esse acerto do Leandro com o Vitória. Pelo que eu sei, ele ainda tem contrato em vigor com o Fluminense. Vamos esperar as próximas horas para ver o que acontece – afirmou Alexandre Faria.

Leandro foi contratado no início do ano e foi apresentado durante a pré-temporada realizada em Águas de Lindóia, no interior de São Paulo. Ele disputou 16 partidas com a camisa tricolor e não marcou nenhum gol.

Após gol-relâmpago, Vasco dá aula de tranquilidade e passa pelo Vitória

Se o primeiro minuto da prenunciou uma tragédia para os vascaínos, o restante da noite foi uma aula de maturidade e de vontade. Com um empate em 1 a 1 no Barradão, o Vasco somou 5 a 1 sobre o Vitória no placar geral e garantiu a classificação para as semifinais da Copa do Brasil, para enfrentar o Corinthians, que passou pelo Fluminense também nesta quarta-feira.

O jogo começou nervoso para os vascaínos. Logo no primeiro minuto, Neto Baiano abriu o placar para o Vitória, em cobrança de falta. Aos quatro, porém, Elton empatou o placar e devolveu a tranquilidade ao time carioca. Após um primeirto tempo tenso, a equipe de Dorival Júnior mostrou maturidade não teve problemas para avançar na competição.

Nesta quinta-feira à tarde, a CBF vai realizar um sorteio para decidir os mandos de campo nos confrontos da próxima fase.


Gol relâmpago, e resposta em seguida



Com quatro atacantes em campo, o Vitória deu o recado logo a 1m20s. Uelliton puxava o ataque pela direita quando foi derrubado por Gian. Na cobrança, Ramon rolou para Neto Baiano, que mandou uma bomba para o gol. Fernando Prass pulou atrasado e aceitou: 1 a 0 para o time da casa. Nervosismo estampado no rosto de Dorival Júnior, e festa na torcida rubro-negra.

O gol animou ainda mais o Vitória, que foi para cima, mas deixava muito espaço atrás, facilitando os contra-ataques vascaínos. E foi assim que, aos quatro minutos, o Vasco chegou ao empate. Enrico, que substituiu Rodrigo Pimpão, foi lançado por Ramon na esquerda e mandou para a área. Elton se antecipou à zaga e tocou para o fundo das redes, sem chances para Viáfara.

No momento, o Vitória precisava de seis gols para alcançar a vaga. No desespero, o time baiano foi todo para o ataque, mas esbarrava na boa marcação vascaína. Do outro lado, o time carioca continuava apostando no contra-ataque. Em um deles, Amaral foi derrubado por Neto Baiano na direita. Na cobrança, Nilton mandou para a área, e Gian cabeçou para marcar o segundo. O árbitro, porém, anulou o lance, alegando impedimento do zagueiro na jogada.

O Vitória continuou no ataque e voltou a ameaçar aos 12. Wallace cruzou para a área, e Neto Baiano quase alcançou, mas Fernando Prass conseguiu a antecipação. Aos 16, Carlos Alberto fez falta em Uelliton e recebeu amarelo, desfalcando a equipe no primeiro confronto contra o Corinthians nas semifinais. No minuto seguinte, o time rubro-negro teve sua chance mais clara, em nova bola alçada na área. Após cruzamento, Neto Baiano resvalou de cabeça e a bola sobrou limpa para Washington, que chutou rasteiro. O goleiro vascaíno fez ótima defesa.

Recuado atrás, o time vascaíno só chegou novamente com perigo no ataque aos 24. Após ótimo passe de Carlos Alberto, Elton entrou livre na área e deu um toquinho na bola, tentando encobrir Viáfara. O goleiro rubro-negro, porém, conseguiu fazer a defesa.

A partida, então, ganhou em tensão. Nervosos com o placar, os jogadores do Vitória abusavam das faltas e se perdiam na partida. Do outro lado, Carlos Alberto também exagerava nas reclamações. O time baiano voltou a ameaçar aos 37. Ramon deu belo passe para André Luís, que entrou livre na área. O atacante chutou rasteiro, e Fernando Prass caiu bem para fazer a defesa.

Aos 41, fora do lance da bola, Neto Baiano cuspiu no rosto de Ramon e, após aviso do bandeirinha, foi expulso pelo árbitro André Luiz de Freitas Castro. A expulsão do atacante, que durante a semana avisou que marcaria três gols na partida desta quarta, gerou festa no banco vascaíno. Após o recomeço da partida, mais tranqüilo em campo, o Vasco quase chegou ao segundo, aos 47. Nilton deixou Enrico livre pela esquerda. O jogador rolou para Ramon, que chegou chutando, mas a bola foi para fora.



Tranquilo, Vasco garante a classificação

No segundo tempo, Dorival preferiu tirar Carlos Alberto, muito nervoso em campo, e pôr Rodrigo Pimpão. Pelo Vitória, Carpegiani optou pela entrada de Carlos Alberto no lugar de Ramon, sumido em campo. Mas, diferentemente da primeira etapa, os dois times entraram em um ritmo mais lento, tocando a bola no meio-campo. A primeira chance foi do Vasco, somente aos 13 minutos. Ramon lançou Rodrigo Pimpão, que invadiu a área e chutou para fora. Mas o árbitro já marcava o impedimento.

Mostrando tranqüilidade, o time vascaíno tocava bem a bola e esperava o Vitória na defesa. Desanimados, os jogadores do Vitória quase não ameaçavam e facilitavam a marcação adversária.

Assim, o Vasco cresceu na partida. Ramon furou a marcação pela esquerda, invadiu a área e chutou forte. Viáfara fez grande defesa, aos 26 minutos. Pimpão também quase marcou, aos 30, mas chutou fraco, nas mãos do goleiro rubro-negro.

Aproveitando o desânimo e a apatia baiana, o Vasco transformou a partida em um perfeito jogo-treino. Com maturidade, os jogadores vascaínos não permitiram qualquer tipo de ameaça e voltam para o Rio de Janeiro com a vaga na semifinal garantida.


Ficha técnica:
VITÓRIA 1 x 1 VASCO

VITORIA
Viafara; Wallace, Victor Ramos e Vanderson; Bosco, Uellinton, , Ramon (Carlos Alberto), Washington (Nadson) e André Luis; Adriano e Neto Baiano.
Técnico: Paulo César Carpegiani.

VASCO
Fernando Prass; Paulo Sérgio, Vilson, Gian e Ramon; Amaral, Nilton, Léo Lima e Carlos Alberto (Rodrigo Pimpão); Enrico (Bruno Gallo) e Elton.
Técnico: Dorival Júnior
.
Gols: Neto Baiano, a um minuto, Elton aos quatro minutos do primeiro tempo
Cartões amarelos: Neto Baiano, Bosco e Viáfara (VIT); XX, Carlos Alberto, Enrico, Vilson e Elton(VAS). Cartão vermelho: Neto Baiano (VIT)
Estádio: Barradão. Data: 20/05/2009. Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO). Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Cristian Passos Sorence (GO).

Cinco atletas do Vitória entre os melhores do campeonato

Dos cinco jogadores rubro-negros na seleção do Campeonato Baiano, três obtiveram as melhores médias – a maior delas foi a do zagueiro Anderson Martins, com média 7,11. Depois vem o volante Vanderson (7,06) e em quinto o meia Jackson (6,87).

Anderson Martins ganhou os troféus de melhor zagueiro e o craque da crítica esportiva. Neto Baiano também levou duas premiações: melhor atacante e artilheiro da competição com 18 gols. O outro premiado do Vitória é o lateral-direito Apodi.

A festa de premiação ocorreu na terça-feira, à noite, no Bahia Hall Café, com a presença do vice-presidente do EC Vitória, Carlos Sérgio Falcão, do gestor Jorge Sampaio, diretor da Divisão de Base, Epifânio Carneiro, e os jogadores Neto Baiano, Viáfara, Wallace, Uelliton, Robinho e Victor Ramos.

O agora rubro-negro Robert, que jogou o Baiano pelo Atlético de Alagoinhas, ganhou o prêmio de a revelação dos clubes do interior.

Energético do Vitória

Produzido pela Sports Drinks, estará disponível em breve no mercado. Confira imagem:

Camisa retrô



Caros torcedores, já está disponivel para compra a nova camisa retrô do clube. Este ano foi escolhido o padrão de 1985. Segue o texto alusivo ao tema e que acompanha o material:

Fazia cinco anos que o Vitória não sabia o que era comemorar o título baiano. Pior: o Bahia era tetra e lutava pelo penta, mas aquele ano de 1985 iria terminar com carnaval em Salvador às vésperas do natal. Com a Fonte Nova lotada numa sexta-feira à noite, o Vitória derrotou a Catuense por 2×1 e conquistou o 10º Campeonato Baiano de sua história.

Bigu e Ivã Formiga marcaram os gols, mas a estrela da campanha foi o atacante nigeriano Ricky Owubokiri, artilheiro do campeonato com 22 gols. Depois do jogo, com o Leão campeão, o vermelho e preto tomou conta da capital baiana e a festa rolou por dois dias com direito a trio elétrico, carreata na orla e visita à Igreja do Bonfim.

Este foi o Vitória campeão de 1985: Demílson, Dema, Fernando, Chagas e Jorge Valença, Bigu, Lulinha e Ivã Formiga, Hêider, Ricky e Jésum.

As camisas estarão disponíveis para venda a partir da semana que vem nas lojas do Vitória e no site da Liga Retrô ( http://www.ligaretro.com.br ).

Fonte: Marketing ECV

Reforço do Vitória 2009: Robert Mendes da Silva



Robert Mendes da Silva

Apelido: Robert
Data de nascimento: 11/06/1985
Natural de: Mairiporã-SP
Altura: 1,66m
Peso: 64kg
Posição: Atacante

Carreira

2002-2004 - Força Futebol Clube-SP (Sub 17 e Sub 20)
2005 - São Paulo/SP – Sub 20
2006 - América Futebol Clube-SP
2006 – Mogi Mirim/SP
2006 - São Paulo-SP
2007 - XV de Jaú/SP
2007 – Mogi Mirim/SP
2008: Atlético de Alagoinhas-BA
2008: Esporte Clube Primeiro Passo-BA
2009: Atlético de Alagoinhas-BA
18/05/2009: Esporte Clube Vitória-BA

Neto Baiano promete marcar três gols no Vasco e dar a vaga ao Vitória

Com apenas 26 anos, Neto Baiano já tem 15 clubes no currículo e pode até se considerar um cigano da bola. Jogou até no Vietnã e na Coréia do Sul. Mas só foi estourar agora no Vitória. O atacante, que já marcou 21 gols nesta temporada e divide com Diego Tardelli, do Atlético-MG, a liderança do Prêmio Friedenreich - que vai premiar o maior goleador da temporada -, não tem receio de falar o motivo da reviravolta na carreira.

- Antigamente eu era um jogador que vivia na noite, que vivia bebendo. Isso me atrapalhou.

A mudança veio quando Neto Baiano abraçou uma religião. Atualmente, ele está na lista dos atacantes mais cobiçados do futebol brasileiro. O contrato com o Vitória vai até o fim da temporada.

- Estive recentemente no Palmeiras e no Atlético-PR. Passei também pelo Internacional. Acho que não estourei porque o meu extracampo me prejudicou bastante. Graças a Deus acordei para a vida e estou recebendo muita força aqui no Vitória. No ano passado deixei de sair e fiz um grande Paulista e no segundo semestre apesar de não ter ido muito bem ajudei quase a Ponte Preta subir para a Primeira Divisão. Tudo mudou.

Nesta quarta-feira, o atacante é a maior esperança do Vitória, que precisa de quase um milagre contra o Vasco nas quartas de final da Copa do Brasil. Como o time carioca venceu a primeira partida por 4 a 0, em São Januário, os baianos precisam ganhar por cinco gols de diferença para se classificar sem a disputa por pênaltis. Mas o desafio inspira Neto Baiano, que já prometeu dar muitas alegrias ao torcedor que comparecer ao Barradão.

- Espero fazer uns três gols no Vasco. Nunca marquei contra o Vasco, mas espero marcar agora. O time precisa disso. Aqui no Vitória a gente acredita que vai se classificar. Não sou de mentir, não faz parte da minha índole. Todos acreditam.

Neto Baiano é uma pessoa simples, que atende com paciência os pedidos de autógrafos e fotos dos torcedores. Artilheiro do último Campeonato Baiano com 18 gols, o atacante ficou visado pelos principais clubes do futebol brasileiro. E é humilde em admitir que caiu de rendimento enquanto não resolvia o futuro. Mas a má fase passou e o Vasco que se cuide.

- Tive muita sondagem. Ocorreu uma proposta oficial do Santos e outros clubes também me procuraram. Só que não deu certo porque tive uma proposta melhor para ficar no Vitória. Espero que a minha cabeça fique só no Vitória. O jogador que tem uma proposta e fala que não balança um pouco é mentiroso. Eu balancei um pouco. Fiz dois jogos ruins, não fui bem contra o Atlético-PR (na estreia do Brasileiro) e o Vasco (no primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil). Era muito oba-oba. Mas minha cabeça voltou para o lugar e penso só no Vitória.

De olho no Prêmio Friedenreich


Neto Baiano admite que a classificação em cima do Vasco para a semifinal da Copa do Brasil é difícil. E alerta que o time baiano não pode se desligar da defesa e partir como um desesperado para o ataque.

- Não podemos sofrer gols. Temos que atacar com inteligência. Se sofrer um gol fica difícil. O ânimo abaixa. Mas vamos conseguir a classificação aqui dentro
do Barradão. É complicado, mas estamos empenhados. Vamos jogar com determinação. É difícil, mas vamos conseguir.

A forte chuva que atingiu Salvador desde domingo deve deixar o gramado do Barradão bastante pesado. Mas isso é visto pelo atacante como uma vantagem para o Vitória.

- Dentro de casa somos acostumados com o campo pesado. Isso favorece a gente. Espero fazer uns dois ou três gols no primeiro tempo para decidir no segundo.

Autor do milésimo gol do Vitória no estádio do Barradão, o atacante está empenhando em conquistar o Prêmio Friedenreich. A disputa está acirrada. Neto Baiano tem como principais rivais Diego Tardelli (Atlético-MG), Keirrison (Palmeiras), Gilmar (Náutico), Felipe (Goiás), Marcelo Ramos (Ipatinga) e Taison (Internacional).

- A briga está boa. Ele (Diego Tardelli) não estava marcando e eu também não. Aí ele fez um e Deus me abençoou e eu consegui fazer um também. Sei do meu potencial. Vou trabalhar bastante para ganhar este prêmio, que é um objetivo na minha vida. Vou ralar bastante mesmo. E com isso vou dar muitas alegrias ao Vitória e a minha família também

Botafogo fecha com lateral e deixa caminho livre entre Leandro e Vitória

Tudo indica que o Botafogo desistiu de contratar o lateral esquerdo Leandro, ex-Fluminense e com negociações em andamento com o Vitória. Nesta segunda, 18, o Alvinegro carioca apresentou Michael, revelado pelo Palmeiras, que atua na mesma posição.

Botafogo e Vitória se prontificaram a contar com Leandro assim que ele rescindiu contrato com o Fluminense, no fim do mês de abril. O atleta alegou ter sido ameaçado por torcedores do Tricolor carioca pelo seu mal desempenho em campo e acabou sendo liberado.

Há alguns dias, o vice-presidente executivo do Vitória, Jorge Sampaio, disse que as negociações com o lateral estavam 80% certas, apesar do alto salário do atleta. Contudo, para que Leandro volte a vestir a camisa do Leão, por onde se destacou no início da década, é necessário resolver algumas pendências entre a empresa Traffic e o Porto, de Portugal. As duas partes detêm direitos do jogador.

Já estão à venda ingressos para jogo decisivo desta quarta-feira

Mulher vestida com as cores vermelha e preta – de preferência a camiseta do seu clube do coração – não vai pagar ingresso nesta quarta-feira, para o jogo Vitória x Vasco, no Barradão, às 21h50, pela Copa do Brasil.

O rubro-negro vai precisar do apoio da torcida para vencer o Vasco por quatro ou cinco gols de diferença. Por conta da goleada no Rio, o tricampeão baiano precisa ganhar com quatro gols de diferença para levar à decisão para a cobrança de tiro livre da marca do pênalti. Se vencer por cinco gols, automaticamente garante a vaga na semifinal da competição, cujo campeão se credencia a disputar a Copa Libertadores.

Os ingressos estão à venda nos postos e nas bilheterias do Estádio Barradão. O bilhete de arquibancada custa R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia). O torcedor para adquirir meia-entrada não precisa apresentar o documento que assegura direito ao benefício.

POSTOS DE VENDA

Bilheterias do Estádio Manoel Barradas
Das 9h às 17h

Lojas da MCS-Tim
Shoppings Salvador, Barra e Center Lapa

Loja do Leão
Shopping Capemi (ao lado do Iguatemi)
Tel: 3358-5411
Shopping Center Lapa - 3º Piso
Tel. 3328-3634

Estação Rubro-negra
Shopping Paralela
Térreo

Eletrônica São Lázaro
Cajazeiras X – Largo da Feirinha
Tel: 3302-1015

Robert é apresentado e técnico Paulo César Carpegiani convoca 21 jogadores

Vivendo a expectativa do jogo decisivo com o Vasco, nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil, o Vitória apresentou nesta segunda-feira mais um reforço: o atacante Robert, vice-artilheiro do Campeonato Baiano jogando pelo Atlético de Alagoinhas.

Robert nasceu no dia 11 de junho de 1985 em Mairiporã (SP) e jogou os dois últimos anos pelo Atlético. Ele assinou contrato por dois anos com o Vitória e nesta segunda-feira iniciou avaliação com o fisiologista Valter Abrantes, o teste de carga com o instrutor da academia, Beto Souza, e deu voltas no campo.

Enquanto Robert era apresentado, o técnico Paulo César Carpegiani comandava um treino coletivo para os atletas que atuaram poucos minutos contra o Sport e aqueles que não foram relacionados para a partida. A atividade durou cerca de 1 hora e, mesmo com um campo castigado pelas chuvas, foi bastante movimentado. O meia Bida e o volante Vanderson treinaram normalmente com os companheiros.

O coletivo terminou com o placar de 2 x 0 para o time cinza, gols de Nadson e de Washington. O time vencedor formou com: Gléguer; Rafael Cruz, Marco Aurélio, Vanderson e Luciano Almeida; Carlos Alberto, Bida, Adriano e Roger; Nadson e Washington.

Depois do treino foi anunciada a lista dos jogadores convocados para o jogo contra o Vasco. A concentração será iniciada depois do treinamento desta terça-feira, pela manhã, às 9 horas.
Foram relacionados pelo treinador 21 jogadores, incluindo Bida e Vanderson. Nadson é a novidade e Apodi, suspenso, está fora.

Goleiros
Viáfara e Gleguer

Laterais
Bosco e Robson

Zagueiros
Wallace, Marco Aurélio e Victor Ramos

Volantes
Vanderson, Uelliton e Carlos Alberto

Meias
Bida, Rafael, Ramon Menezes, Jackson e Willian

Atacantes
Roger, Neto, Adriano, André Luís, Washington e Nadson.

Arbitragem – Para Vitória x Vasco, às 21h50 desta quarta-feira, foi escalado um trio de Goiás: André Luiz de Freitas Castro, assistido por Fabrício Vilarinho da Silva e Cristhian Passos Sorence. O quarto árbitro será Aristeu das Mercês Ramos (FBF).

Vitória e Unifacs assinam acordo de cooperação científica

Uma parceria inédita foi celebrada pelo Esporte Clube Vitória no dia de seus 110 anos: um acordo de cooperação científica com uma das maiores universidades privadas do país, a Unifacs.

O acordo de cooperação prevê ações que vão desde a criação de um Gran Prix de Comunicação até a criação do curso de extensão em marketing esportivo com a chancela das duas instituições.

A parceria é pioneira e contou, na cerimônia de assinatura, com as presenças do reitor da Unifacs, Manuel Barros Sobrinho, e do presidente do Vitória, Alexi Portela Júnior, e outros convidados.

“O esporte tem ganhado cada vez mais dimensão em todo mundo. É importante que este desenvolvimento seja apoiado na sua auto-sustentabilidade, já que o clube também é uma empresa”, declarou o reitor.

Manuel Barros Sobrinho também aposta na importância da criação de um curso na área. “Comunicação e Marketing são fundamentais para assegurar os resultados tanto no âmbito esportivo quanto fora dele”, acredita o reitor.

Já para o presidente do Vitória, a aposta na parceria pode ser uma referência para o mercado do futebol: “Vamos cada vez mais mostrar ao resto do país do que somos capazes em termos produtivos a partir da qualificação obtida com este acordo”, disse.

Gran Prix será desafio dos alunos - Seis cursos da universidade serão mobilizados para produzir soluções criativas na área de comunicação para o clube: Comunicação e Marketing (presencial e a distância), Design, Gestão de Eventos, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas.

O chefe do Departamento de Ciências Aplicadas da Unifacs, José Mascarenhas, ressaltou sobre a importância do projeto. “Os trabalhos vencedores terão aplicação prática na gestão do clube”, garante.

Carlos Falcão, vice-presidente do Vitória, confirmou a expectativa, por parte do clube, do sucesso desta iniciativa. “Estaremos de portas abertas para gerar e obter conhecimento”.

Curso terá foco na Copa de 2014 - O responsável pela concepção do curso de extensão em marketing esportivo, Ricardo Azevedo, diretor de marketing do Vitória, aposta na Copa de 2014 para o fortalecimento dos negócios do esporte. “Em breve vai começar uma revolução nesta área”, diz.

No curso, os alunos poderão conhecer melhor sobre gestão de marcas no esporte e aprofundar a visão sobre as oportunidades geradas pelos grandes eventos esportivos. “Estamos falando de bilhões de dólares”, esclarece Azevedo.

Leãozinho confirma favoritismo e conquista título ao derrotar o Fluminense por 2 a 0 no Estádio Barradão



Uma semana depois de os leões soltarem o grito de tricampeão, nesta domingo foi a vez dos leõezinhos rubro-negros comemorarem o bicampeonato da categoria de juniores. O Vitória venceu o Fluminense, por 2 x 0, na preliminar do jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, e conquistou o troféu Dalmar Santana.

Foi uma campanha espetacular do rubro-negro. Das 16 partidas, o time comandado por Carlos Amadeu venceu 14 - perdeu somente duas vezes. Teve o ataque mais positivo – 58 gols -, a defesa menos vazada – 5 gols -, o artilheiro da competição – Elkeson com 14 gols – e o goleiro menos vazado – Thiago Régis.

Nas finais, o Vitória bateu o Fluminense no jogo de ida, por 1 a 0, em Feira de Santana, e na tarde chuvosa deste domingo, no Barradão, conquistou o título com gols de Elkeson e Cristian, um em cada etapa. Marclei ainda desperdiçou uma penalidade.

O presidente da FBF (Federação Bahiana de Futebol), Ednaldo Rodrigues, entregou o troféu ao campeão. Os garotos aplaudidos pelos torcedores deram a volta olímpica. O diretor Epifânio Carneiro, ao lado do gestor Jorge Sampaio e do presidente do Conselho Deliberativo, José Alves Rocha, festejou mais um título para a Divisão de Base.

O Vitória abriu o marcador aos 27 minutos do primeiro tempo com Elkeson e Cristian, aos 30 do segundo, ampliou. Marclei chutou a bola para fora na cobrança de pênalti no segundo tempo.

O Vitória foi campeão atuando com a seguinte formação: Thiago Régis, Leonardo, Reniê, Gabriel Paulista e Gabriel; Evson, Cristian, Felipe e Arthur Mais (Alan Henrique); Elkeson (Joalisson) e Edson (Marclei).

Técnico: Carlos Amadeu; preparador físico: Rodrigo Santana; preparador de goleiros: Washington Rufino; Coordenador Técnico: João Paulo Sampaio.

Vitória protesta e se ganhar seis pontos assume a liderança

O Vitória ingressou com um recurso na FCRB (Federação dos Clubes de Regatas da Bahia) protestando contra uma guarnição do São Salvador e deve ganhar seis pontos. Caso seja confirmado, o rubro-negro assume a liderança do Campeonato Baiano de Remo.

O julgamento será realizado nesta segunda-feira e o diretor de remo do Vitória, Joel “Meu Santo”, está confiante na obtenção dos seis pontos porque a guarnição do São Salvador utilizou um timoneiro irregular.

Na segunda regata do Campeonato Baiano (Troféu Governador Jacques Wagner), disputada debaixo de chuvas, houve empate de 85 a 85. Cada equipe – Vitória e São Salvador – venceu cinco provas. A prova extra - Novos Talentos, que teve como paraninfo Raimundo Viana, e homenageado: Nilton Gonçalves de Almeida Filho - foi ganha pelo Santa Cruz.

O Vitória estreou um barco na segunda prova - 4(+) Jr. – batizado com o nome do vice-presidente do clube, Carlos Sérgio Falcão, e venceu. O rubro-negro ganhou as seguintes provas:

1ª prova – 1(x) F.P.L – Paraninfo: Mário Ferrari; homenageado: Cláudio Figueiredo;
2ª prova – 4(+) Jr. - Paraninfo: José Perdiz; homenageado: Nilton Teixeira Sampaio;
6ª prova – 2(+) Principiante – Paraninfo: Nilton Sampaio Filho; homenageado: Robison Almeida;
7ª prova – 4(-) SN – Paraninfo: Epifânio Carneiro; homenageado: Raimundo Nonato (o ex-jogador Bobô, diretor da Sudesb);
8ª prova – 2(x) Feminino. Jr. - Paraninfo: Alexi Portela Júnior; homenageado: Afonso Florence.

O São Salvador ganhou as seguintes provas:

3ª prova – 2x Sub 23 – Paraninfo: Amauri Teixeira; homenageado: Pedro Amâncio;
4ª prova – 2(-) SN – Paraninfo: José Alves Rocha; homenageado: Fábio Motta;
5ª prova – 1X Principiante – Paraninfo: Silvoney Sales; homenageado: Roberto Muniz;
9ª prova – 4X Sub 23 – Paraninfo: Jorge Sampaio; homenageado: Nilton Vasconcelos;
10ª prova – 8(+) Jr. - Paraninfo: Pedro Cézar Gaspar Dórea; homenageado: Nélson Simões.

Bosco diz que o Vitória 'pensa alto' no Brasileirão

O lateral-direito Bosco teve participação importante no triunfo do Vitória sobre o Sport por 1 a 0 neste domingo, no Estádio Barradão, em Salvador, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador fez o cruzamento na medida para Neto Baiano marcar o gol da vitória.

Após a partida, Bosco estava animado com o início de campeonato do Vitória. O time tem seis pontos e está em segundo lugar somente atrás do Internacional. Os dois clubes estão empatados em todos os critérios, mas o cartão vermelho de Magal na partida coloca o Leão em segundo lugar. Além do triunfo sobre o Sport neste domingo, o Vitória superou o Atlético-PR, fora de casa, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

- Um time que pensa alto no campeonato como a gente tem que começar assim. Temos que sempre vencer as partidas. Não importa as dificuldades que vamos enfrentar pela frente - disse Bosco.

O lateral agora está motivado para o duelo contra o Vasco, pela Copa do Brasil. O time carioca venceu a primeira partida, em São Januário, por 4 a 0 e vem com uma confortável vantagem para o jogo decisivo no Barradão. Mas Bosco está confiante em uma recuperação do Vitória.

- Da mesma maneira que eles fizeram quatro gols lá nós podemos fazer quatro ou até cinco gols aqui - disse.

Vitória e Vasco se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h50m, no Estádio Barradão, em Salvador. Já pelo Campeonato Brasileiro, o time baiano volta a campo no sábado, às 18h30m, para encarar o Cruzeiro, no Mineirão, pela terceira rodada.

Marco Aurélio elogia a disposição do time na vitória sobre o Sport

Debaixo de muita chuva, o Vitória conseguiu vencer o Sport neste domingo por 1 a 0, no Estádio Barradão, em Salvador, e assumir a vice-liderança do Campeonato Brasileiro atrás do Internacional. Os dois times estão empatados com seis pontos, mas o Leão tem um cartão vermelho a mais. O meia-atacante Marco Aurélio destacou a importância do resultado após o time ter sido goleado no meio da semana pelo Vasco na Copa do Brasil.

- O time não se abalou com os 4 a 0 sofridos contra o Vasco. A equipe mostrou maturidade. E conseguiu um resultado muito importante aqui contra o Sport- disse.

Marco Aurélio garante que o time ainda acredita na classificação para a semifinal da Copa do Brasil. O Vitória precisa ganhar do Vasco por 4 a 0 para levar a disputa da vaga para os pênaltis.

- Agora é pensar no Vasco. Temos que entrar forte como fizemos contra o Sport. Precisamos de dois gols em cada tempo para lutar pela vaga - disse.

Vitória e Vasco se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h50m, no Estádio Barradão, em Salvador. Já pelo Campeonato Brasileiro, o time baiano volta a campo no sábado, às 18h30m, para encarar o Cruzeiro, no Mineirão, pela terceira rodada.

Video - Vitoria 1 x 0 Sport

Vitória vence o Sport e lidera o Brasileiro ao lado do Internacional

Neto Baiano, mais uma vez, garantiu os três pontos do Vitória. Com um gol do atacante, o time baiano venceu por 1 a 0 o Sport, neste domingo, no Barradão, em Salvador, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Foi o 21º gol do artilheiro na temporada.

Com o resultado, o Vitória assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro com seis pontos ao lado do Internacional. Os dois clubes estão empatados em todos os critérios. Já o Sport, eliminado pelo Palmeiras da Libertadores, está com apenas um ponto em 14º lugar na classificação.

Na próxima rodada, o Vitória encara o Cruzeiro, no sábado, às 18h30m, no Mineirão. Mas antes disso, o time entra em campo na quarta-feira para enfrentar o Vasco, pela Copa do Brasil. Já o Sport joga em casa, na Ilha do Retiro, contra o Atlético-MG. A partida está marcada para o domingo, às 18h30m.

Neto Baiano é o nome do primeiro tempo

O Vitória entrou em campo com um novo uniforme em comemoração aos 110 anos do clube. O modelo foi escolhido pelos torcedores em uma votação pela Internet. O jogo começou com o campo bastante pesado devido a chuva que castigou a cidade de Salvador neste domingo.

O Vitória dominou todo o primeiro tempo. E teve em Neto Baiano o ponto de referência no ataque. O goleador participava de praticamente todas as jogadas de perigo do time.

Aos quatro minutos, Neto Baiano tentou o chute de fora da área. Magrão defendeu sem problema no centro do gol. Pouco depois, o atacante se livrou da marcação e arriscou de novo. Mas sem direção.

A partir daí, Neto Baiano começou a jogar como pivô e dar bons passes para os companheiros. Aos 13 minutos, ele deixou Ramon na cara do gol. O meia chutou forte, mas a bola subiu e passou por cima do travessão de Magrão. Aos 19, o atacante arrumou para Leandro Domingues, que chutou forte e Magrão faz uma grande defesa e salvou o Sport de sofrer o gol.

Dominando a partida, o Vitória conseguiu abrir o placar aos 34 minutos. E, lógico, com Neto Baiano. Ramon deu ótimo passe para Bosco, que avançou pela direita e cruzou na segunda trave. Neto Baiano aproveitou e de carrinho desviou para o gol. A bola entrou entre as pernas de Magrão. Vitória 1 a 0. Foi o 21º gol do atacante nesta temporada. Neto Baiano empatou com Diego Tardelli, do Atlético-MG, na liderança do Prêmio Friedenreich.

A única jogada de perigo do Sport foi aos 36 minutos. Luciano Henrique recebeu pela direita, cortou para o meio e chutou. A bola saiu por cima do gol do Vitória.

Sport melhora no segundo tempo

O Sport voltou para o segundo tempo com duas alterações. Insatisfeito com o rendimento do time, o técnico Nelsinho Baptista tirou Paulo Baier e Jonas e colocou, respectivamente, Vandinho e Weldon. O time pernambucano melhorou.

Aos 11 minutos, Wilson recebeu um bom lançamento, driblou o goleiro Viáfara e chutou a bola na trave. O Vitória tentava administrar a vantagem. Mas o Sport partiu para o tudo ou nada. O problema é que o time pernambucano insistia nas jogadas pelo meio ou nos cruzamentos para a área. E, com isso, não levava perigo.

Ao contrário de Neto Baiano. Em uma cobrança de falta da entrada da área, o atacante quase marcou o segundo. Magrão se esticou todo para defender.

O Sport quase empatou aos 41 minutos. Vandinho subiu livre e cabeceou. Mas errou a pontaria e a bola foi para fora. O Vitória ainda teve Magal expulso aos 45 minutos, mas conseguiu suportar a pressão final do time pernambucano.

Ficha técnica:
VITÓRIA 1 x 0 SPORT

VITORIA
Viáfara; Bosco, Wallace, Victor Ramos e Robson; Uelliton (Gil), Magal, Leandro Domingues e Ramon (Adriano); Jackson (Marco Aurélio) e Neto Baiano.
Técnico: Paulo César Carpegiani.

SPORT
Magrão; César Lucena, Igor e Durval (Sandro Goiano); Jonas (Vandinho), Andrade, Hamilton, Luciano Henrique e Dutra; Paulo Baier (Weldon) e Wilson.
Técnico: Nelsinho Baptista.

Gol: Neto Baiano aos 34 minutos do primeiro tempo
Cartões amarelos: Jonas, Durval, Luciano Henrique, Sandro Goiano (Sport); Ramon, Magal (Vitória)
Cartão vermelho: Magal (Vitória)
Público: 2.284 pagantes / 4.588 presentes
Renda: R$ 91.820,00
Estádio: Barradão, em Salvador.
Data: 17/05/2009.
Árbitro: Charles Hebert Cavalcante Ferreira.
Auxiliares: Ticiana de Lucena Falcão Martins (AL) e Otavio Correia de Araújo Neto (AL)

Equipe do Vitória tenta assumir a liderança do campeonato

O Esporte Clube Vitória patrocina a segunda regata do Campeonato Baiano de Remo, neste domingo, a partir das 9 horas na Enseada dos Tainheiros, na praia da Ribeira. O vencedor conquistará o troféu Governador Jacques Wagner.

Na primeira regata, o Vitória foi surpreendido pelo São Salvador, e perdeu por dois pontos. Neste domingo, a equipe entrar no mar disposta a assumir a liderança e partir para o oitavo título consecutivo.

Serão 10 provas e mais uma extra na programação deste domingo e a previsão é da presença de um bom público. As regatas voltaram a despertar a atenção dos torcedores e se constituem em um atrativo para as pessoas que frequentam a praia da Ribeira.

1ª prova – 1(x) F.P.L – Paraninfo: Mário Ferrari; homenageado: Cláudio Figueiredo;
2ª prova – 4(+) Jr. - Paraninfo: José Perdiz; homenageado: Nilton Teixeira Sampaio;
3ª prova – 2x Sub 23 – Paraninfo: Amauri Teixeira; homenageado: Pedro Amâncio;
4ª prova – 2(-) SN – Paraninfo: José Alves Rocha; homenageado: Fábio Motta;
5ª prova – 1X Principiante – Paraninfo: Silvoney Sales; homenageado: Roberto Muniz;
6ª prova – 2(+) Principiante – Paraninfo: Nilton Sampaio Filho; homenageado: Robison Almeida;
7ª prova – 4(-) SN – Paraninfo: Epifânio Carneiro; homenageado: Raimundo Nonato (o ex-jogador Bobô, diretor da Sudesb);
8ª prova – 2(x) Feminino. Jr. - Paraninfo: Alexi Portela Júnior; homenageado: Afonso Florence;
9ª prova – 4X Sub 23 – Paraninfo: Jorge Sampaio; homenageado: Nilton Vasconcelos;
10ª prova – 8(+) Jr. - Paraninfo: Pedro Cézar Gaspar Dórea; homenageado: Nélson Simões;
Prova extra – 2(-) Novos Talentos – Paraninfo: Raimundo Viana; homenageado: Nilton Gonçalves de Almeida Filho.

Jogador do Leão é emprestado ao Guaratinguetá

A diretoria do Vitória continua trabalhando para enxugar o elenco. O novo jogador que deixou o Rubro-negro foi o meia Kleiton Domingues. O jogador é prata da casa e foi emprestado para o clube paulista Guaratinguetá, que irá disputar a série C do Brasileiro. Outro prata da casa que está de malas prontas é o atacante Itacaré. Porém, esse foi vendido para empresários por R$ 150 mil e irá jogar em clube de Portugal. Novos nomes devem surgir como dispensados nos próximos dias.

Vitória disputa contra o Sport Recife seu primeiro jogo no Estádio Barradão no Campeonato Brasileiro-09

Depois de estrear vencendo o Atlético (PR), por 2 x 0, na Arena da Baixada, o Vitória realiza neste domingo, contra o Sport Recife, seu primeiro jogo no Estádio Barradão no Campeonato Brasileiro-09.

O técnico Paulo César Carpegiani está confiante em conquistar mais três pontos para a equipe se manter na liderança da competição. Quatro titulares estão fora do jogo: Apodi, Vanderson, Carlos Alberto e Bida.

Neste sábado, pela manhã, Carpegiani comandou um treinamento no campo nº 3 do CT Manoel Pontes Tanajura, enfatizando a parte tática. Depois, liberou os jogadores para um animado “rachão” com duração de 20 minutos.

Apodi, Vanderson e Bida continuaram em tratamento no departamento médico. Carlos Alberto treinou normalmente e depois do “rachão” foi submetido a um treino especial com o preparador físico Ednilson Sena.

A concentração foi iniciada em seguida na chácara Vidigal Guimarães. Vinte jogadores foram relacionados pelo treinador.

FBF define arbitragem para jogo decisivo no Estádio Barradão

A FBF (Federação Bahiana de Futebol) designou Clodoaldo Mendes da Anunciação para apitar Vitória x Fluminense, às 16 horas deste domingo, na decisão do Campeonato Baiano de Juniores.

O jogo será na preliminar de Vitória x Sport Recife, pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio Manoel Barradas. Os assistentes de Clodoaldo serão Vanildo Soares dos Santos e Cléber de Aguiar Bonfim.

No jogo de ida, em Feira de Santana, o Vitória venceu por 1 a 0 e ampliou a vantagem para conquistar o bicampeonato da categoria. P rubro-negro pode perder pela diferença de um gol que ergue o troféu de campeão.

Novidades na lista dos 20 jogadores relacionados por Carpegiani

Para o jogo deste domingo contra o Sport, o primeiro no Barradão neste Campeonato Brasileiro 2009, três jogadores integram a lista dos relacionados pela primeira vez. O atacante Roger, ex-Fluminense (RJ), e os volantes Gil e Magal, que vieram do Guaratinguetá (SP).

O meia Bida e o volante Vanderson, entregues ao departamento médico, estão de fora. O técnico, por sua vez, decidiu afastar Apodi e Carlos Alberto, que de acordo com o departamento físico, “estão no limite”.

No treino desta sexta-feira pela tarde, Paulo César Carpegiani comandou um coletivo- tático no Barradão e cobrou bastante o posicionamento dos jogadores.

O grupo se reapresenta neste sábado, às 10 horas, e depois do treinamento os convocados por Carpegiani seguem para Chácara Vidigal Guimarães, onde ficam concentrados até o jogo contra o Sport, às 18h30 deste domingo.

Os 20 jogadores relacionados para o jogo de domingo são:

Goleiros
Viafara
Gléguer

Laterais
Bosco
Luciano Almeida
Robson

Zagueiros
Marco Aurélio
Wallace
Victor Ramos

Volantes
Uelliton
Gil
Magal

Meias
Jackson
Ramon Menezes
Rafael Cruz
Willian
Leandro Domingues

Atacantes
Adriano
Neto Baiano
Washington
Roger

ARBITRAGEM - Charles Hebert Cavalcante Ferreira, assistido por Otávio Correia de Araújo Neto e Ticiana de Lucena Falcão Martins (trio de Alagoas) será o árbitro do jogo deste domingo. Marielson Alves Silva (BA) será o quarto árbitro.

Presidente do Conselho vai à CBF segunda-feira

O presidente do Conselho Deliberativo do EC Vitória, deputado Federal José Alves Rocha, foi convidado pelo presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Ricardo Teixeira, para uma reunião nesta segunda-feira, dia 18.

No encontro marcado para a sede da entidade, na Barra da Tijuca, serão tratados temas ligados à Copa do mundo de 2014 que será realizada no Brasil.

Segundo dispensado



O segundo dispensado no Vitória, o lateral esquerdo, Nill. Jogador que veio do modesto e fraco Mesquita do RJ. Mais um atleta, que não aprovou no elenco Rubro-negro. Outros jogadores, serão dispensados nas próximas horas. Tiago Gomes, Glaucio, Cristian, Reina e Andre Luiz. A situação de Nadson ainda está indefinida, depois do treino desta quinta-feira, sendo elogiado pelo treinador Carpegiane, Nadson pode voltar a entrar nos planos do Vitória. Vamos esperar as próximas horas e ver o que vai acontecer.

Vitória dispensa o meia Rafael Bastos

O meia Rafael Bastos não faz mais parte do elenco do Vitória. O jogador não vinha sendo utilizado pelo técnico Paulo César Carpegiani e deixou a Toca do Leão nesta quinta-feira.

Rafael Bastos foi revelado pelo Bahia, em 2006. Antes de ir para o Rubro-Negro, o meia teve uma boa passagem pelo futebol português, onde defendeu o Belenenses.

Torcedor já pode comprar entrada para o jogo de domingo

Encerrada a venda promocional de ingresso para associados do SMV (Sou Mais Vitória), nesta quinta-feira, terá início nesta sexta-feira, nos postos espalhados pela cidade e nas bilheterias do Estádio Manoel Barradas, a venda para os demais torcedores rubro-negros.

No Campeonato Brasileiro, o ingresso de arquibancada terá os seguintes preços: R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia). Para adquirir a meia-entrada, o torcedor não precisa apresentar o documento que garante o direito ao benefício. O ingresso de cadeira custa R$80,00 inteira e R$40,00 a meia.


POSTOS DE VENDA

Bilheterias do Estádio Manoel Barradas
Das 9h às 17h

Lojas da MCS-Tim
Shoppings Iguatemi, Salvador, Barra e Center Lapa

Loja do Leão
Shopping Capemi (ao lado do Iguatemi)
Tel: 3358-5411
Shopping Center Lapa - 3º Piso
Tel. 3328-3634

Estação Rubro-negra
Shopping Paralela
Térreo

Eletrônica São Lázaro
Cajazeiras X – Largo da Feirinha
Tel: 3302-1015

Jogadores treinaram nesta quinta-feira para o jogo com Sport

A noite da quarta-feira passada somente será lembrada devido às comemorações dos 110 anos de fundação do clube, porque a goleada sofrida diante do Vasco da Gama por 4 x 0, foi esquecida.

Os jogadores agora já estão focados no jogo de domingo, contra o Sport de Recife, no Estádio Manoel Barradas, o primeiro do rubro-negro em sua casa no Campeonato Brasileiro de 2009. Na primeira rodada, o Leão venceu o Atlético (PR) por 2 x 0 em Curitiba.

Os atletas que enfrentaram o Vasco da Gama foram liberados no desembarque da delegação, às 12h10, no Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães. Aqueles que ficaram em Salvador e mais os que atuaram pouco tempo contra o Vasco e os ficaram no banco realizaram um coletivo no campo 3º do Centro de Treinamento Manoel Pontes Tanajura, comandados pelo técnico Paulo César Carpegiani.

O coletivo, que durou por volta de 40 minutos, terminou com o placar de 1 x 0 para o time de coletes laranja. Nadson marcou o gol.

O time de coletes laranja formou com: Badio; Bosco, Thiago Gomes e Nill; Rafael, Xavier, Cristian, André Luis e Ernandes; Roger e Nadson. O time de camisas cinzas formou com: Gléguer; Uelliton, Marco Aurélio e Luiz Henrique; Adriano, Magal, Gil, Leandro Domingues e Robson; Washington e Willian.

Os jogadores voltam a se apresentar nesta sexta-feira, às 15 horas. Pela manhã, os eles irão à missa em celebração aos 110 anos de fundação do Esporte Clube Vitória, na Igreja do Nosso Senhor do Bonfim.

Video - Vasco 4 x 0 Vitoria

Vitória e Unifacs assinam acordo de cooperação científica

Uma parceria inédita foi celebrada pelo Esporte Clube Vitória no dia de seus 110 anos: um acordo de cooperação científica com uma das maiores universidades privadas do país, a Unifacs.

O acordo de cooperação prevê ações que vão desde a criação de um Gran Prix de Comunicação até a criação do curso de extensão em marketing esportivo com a chancela das duas instituições.

A parceria é pioneira e contou, na cerimônia de assinatura, com as presenças do reitor da Unifacs, Manuel Barros Sobrinho, e do presidente do Vitória, Alexi Portela Júnior, e outros convidados.

“O esporte tem ganhado cada vez mais dimensão em todo mundo. É importante que este desenvolvimento seja apoiado na sua auto-sustentabilidade, já que o clube também é uma empresa”, declarou o reitor.

Manuel Barros Sobrinho também aposta na importância da criação de um curso na área. “Comunicação e Marketing são fundamentais para assegurar os resultados tanto no âmbito esportivo quanto fora dele”, acredita o reitor.

Já para o presidente do Vitória, a aposta na parceria pode ser uma referência para o mercado do futebol: “Vamos cada vez mais mostrar ao resto do país do que somos capazes em termos produtivos a partir da qualificação obtida com este acordo”, disse.

Gran Prix será desafio dos alunos - Seis cursos da universidade serão mobilizados para produzir soluções criativas na área de comunicação para o clube: Comunicação e Marketing (presencial e a distância), Design, Gestão de Eventos, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas.

O chefe do Departamento de Ciências Aplicadas da Unifacs, José Mascarenhas, ressaltou sobre a importância do projeto. “Os trabalhos vencedores terão aplicação prática na gestão do clube”, garante.

Carlos Falcão, vice-presidente do Vitória, confirmou a expectativa, por parte do clube, do sucesso desta iniciativa. “Estaremos de portas abertas para gerar e obter conhecimento”.

Curso terá foco na Copa de 2014 - O responsável pela concepção do curso de extensão em marketing esportivo, Ricardo Azevedo, diretor de marketing do Vitória, aposta na Copa de 2014 para o fortalecimento dos negócios do esporte. “Em breve vai começar uma revolução nesta área”, diz.

No curso, os alunos poderão conhecer melhor sobre gestão de marcas no esporte e aprofundar a visão sobre as oportunidades geradas pelos grandes eventos esportivos. “Estamos falando de bilhões de dólares”, esclarece Azevedo.

Ramon: 'Tomamos gols bobos'

A derrota de 4 a 0 do Vitória para o Vasco, na partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil, foi uma ducha de água fria para todo elenco rubro-negro. O experiente Ramon lamentou a forma com que o time atuou no jogo desta noite.

- Tomamos gols bobos, não podemos tomar gol assim, num jogo desta importância – disse.

Apesar dos dois gols sofridos na etapa final, Ramon conseguiu ver pontos positivos na equipe.

- Segundo tempo equipe criou mais, podíamos ter saído com pelo menos um gol. Depois de uma pancada dessa é difícil, mas vamos trabalhar durante a semana para conseguir reverter em Salvador – concluiu Ramon.

O jogo de volta das quartas de final da competição nacional, será na próxima quarta-feira, dia 20, no estádio Barradão, em Salvador.

Ramon Menezes terá condições para o jogo de volta

O meia e capitão rubro-negro não sofreu a terceira e sim a segunda advertência com cartão amarelo e poderá participar do jogo de volta contra o Vasco da Gama, dia 20, às 21h50, no Barradão, pelas quartas-de-final da Copa do Brasil.

Quem está fora do jogo é o ala Apodi. No jogo desta quarta-feira, ele recebeu a terceira advertência com cartão amarelo. O volante Uelliton, expulso contra o Atlético MG, pelas oitavas-de-final, cumpriu suspensão.

Vasco goleia o Vitória e praticamente garante a vaga para a semifinal

Como gosta de dizer o torcedor, o troco veio com juros e correção monetária. A última lembrança da torcida vascaína em relação ao Vitória não era nada agradável. Era da última rodada do Campeonato Brasileiro, na partida em que o time carioca foi rebaixado para a Série B. Mas nesta quarta-feira, o Vasco não tomou conhecimento do rival e deu um enorme passo para garantir uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil. O time carioca goleou o Vitória por 4 a 0, em São Januário, na primeira partida entre os clubes. Os gols foram marcados por Carlos Alberto, Elton, Paulo Sérgio e Nilton. O segundo e decisivo jogo será na próxima quarta-feira, dia 20, no estádio Barradão, em Salvador.


Carlos Alberto comemora o primeiro gol do Vasco em cima do Vitória pela Copa do Brasil
O Vasco pode perder por até três gols de diferença. Uma derrota por 4 a 0 leva a disputa para os pênaltis. Se fizer um gol no Barradão, o time carioca só perde a vaga se perder por uma diferença de cinco gols (6 a 1, 7 a 2 e assim por diante).

Com isso, o Vasco tem uma ótima chance para acabar com um incômodo tabu. Nas duas vezes que enfrentou o Vitória em jogos eliminatórios, o time carioca perdeu. Em 1989, na Copa do Brasil. E em 1999, nas quartas de final do Campeonato Brasileiro.

Antes do novo duelo pela Copa do Brasil, os dois clubes entram em campo no fim de semana. O Vasco joga no sábado contra o Ceará, em Fortaleza, pela segunda rodada da Série B. E o Vitória encara o Sport, em casa, no domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

Carlos Alberto e Elton balançam a rede


O Vasco não fez um grande primeiro tempo. Errou muitos passes, teve dificuldades para criar jogadas. Mas em um jogo nervoso e muito disputado aproveitou como poucos as falhas do adversário.

A primeira chance surgiu aos dez minutos. Carlos Alberto sofreu falta na entrada da área. O próprio meia arrumou e cobrou. A bola foi por cima do travessão, mas com perigo para o goleiro Viáfara. Pouco depois, Léo Lima arriscou um chute de fora da área e a bola novamente subiu muito.

O jogo ficou chato, com muitos passes errados e faltas violentas. Foram seis cartões amarelos só no primeiro tempo. Até que o zagueiro Luciano Almeida deu um presente para Carlos Alberto, seu ex-companheiro de Botafogo. Nilton cobrou uma falta de muito longe. A bola foi rasteira, bateu na defesa e sobrou limpa para o jogador do Vitória. Mas Luciano Almeida se enrolou e tocou para Carlos Alberto. O meia vascaíno dominou na área, se livrou dos dois marcadores e chutou rasteiro sem chance para o goleiro Viáfara. Vasco 1 a 0 aos 27 minutos. Foi o sexto gol do capitão cruzmaltino na temporada.

O Vitória até tentava chegar com perigo. Mas Ramon não acertava o último passe. E Apodi, que atuava quase como um atacante, era bem marcado por Amaral. O time baiano se limitava, então, a tentar cruzar as boas para a área vascaína. Mas Fernando Prass saia bem do gol a maioria das vezes.

Aos 36 minutos, Ramon avançou pela esquerda e chutou. Viáfara defendeu no canto direito. E o segundo gol veio quase no final do primeiro tempo. Paulo Sérgio cobrou escanteio pela direita e a defesa do Vitória novamente se enrolou toda no lance. Carlos Alberto tentou dominar, mas a bola escapou e sobrou para Léo Lima. Esperto, o meia deu um toque rápido para Elton, que estava livre na segunda trave. De primeira, o atacante chutou no canto direito de Viáfara e aumentou. Os defensores do Vitória pediram impedimento, o que não aconteceu. Vasco 2 a 0. Foi o décimo gol de Elton, o artilheiro do time em 2009.

Na bola parada, o Vasco consegue a goleada


O Vitória voltou pressionando a saída de bola do Vasco para tentar diminuir o placar. Logo aos dois minutos, Adriano, que entrou no lugar de Bida, arriscou da entrada da área. A bola desviou na defesa e quase traiu o goleiro Fernando Prass. Por sorte, ela saiu muito próxima da trave direita. Pouco depois, Ramon cobrou falta da entrada da área e o goleiro Fernando Prass caiu bem no canto direito para defender firme.

Mas aos 11 minutos, o Vasco acabou com o entusiasmo do time baiano. Léo Lima deu ótimo passe para Rodrigo Pimpão, que foi derrubado na entrada da área. Paulo Sérgio cobrou com maestria no canto direito. Viáfara pulou, mas não conseguiu defender. Vasco 3 a 0 para a alegria dos torcedores que mais uma vez compareceram em bom número em São Januário.

Aos 16 minutos, O Vitória ficou com dez jogadores. Luciano Almeida foi expulso após colocar a mão na bola. Ele era o último homem da defesa. Falta perigosa para o Vasco. Na cobrança, Paulo Sérgio passou da bola e Nilton veio de surpresa soltando uma bomba no ângulo direito de Viáfara. Um lindo gol. Festa na Colina. Virava goleada. Vasco 4 a 0.

Dorival Júnior resolveu poupar então Carlos Alberto, que ainda sofre com as dores na coxa direita. O técnico colocou Alex Teixeira no lugar do capitão vascaíno. Faioli também entrou no lugar de Rodrigo Pimpão.

O jogo ficou aberto. Faioli foi até a linha de fundo e cruzou. Elton, por pouco, não conseguiu tocar e marcar mais um gol. O Vitória quase diminuiu aos 24 minutos. Adriano recebeu na área, driblou Gian e chutou com força. Fernando Prass se esticou e conseguiu espalmar para escanteio em uma defesa muito difícil. O goleiro teve o nome gritado pela torcida.

Aos 30, Faioli arriscou de fora da área, mas sem direção. O quinto gol quase saiu aos 41 minutos. Léo Lima, o melhor do Vasco em campo, deixou Alan Kardec na cara do gol. Mas o atacante chutou em cima do goleiro Viáfara, que saiu no desespero do gol.

Ficha técnica:
VASCO 4 x 0 VITÓRIA

VASCO
Fernando Prass, Paulo Sérgio, Vilson, Gian e Ramon; Amaral, Nilton, Léo Lima e Carlos Alberto (Alex Teixeira); Rodrigo Pimpão (Faioli) e Elton (Alan Kardec).
Técnico: Dorival Junior

VITORIA
Viáfara, Wallace, Luciano Almeida e Victor Ramos; Apodi, Carlos Alberto, Ramirez, Ramon (Washington) e Bida (Adriano); Neto Baiano e Jackson (Robson).
Técnico: Paulo César Carpegiani.

Gols: Carlos Alberto aos 27 e Elton aos 44 minutos do primeiro tempo; Paulo Sérgio aos 11 e Nilton aos 18 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Ramon, Neto Baiano, Apodi (Vitória); Carlos Alberto, Paulo Sérgio, Amaral, Elton (Vasco).
Cartão vermelho: Luciano Almeida (Vitória)
Público: 12.677 presente / 10.598 pagantes
Renda: R$ 223.925,00
Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro.
Data: 13/05/2009.
Árbitro: Alício Pena Júnior (MG).
Auxiliares: Márcio Eustáquio Santiago e Helberth Costa Andrade.